Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Corinthians busca equilíbrio emocional

Recuperar o estado emocional do time, que ficou abalado com a morte de Serginho, será a prioridade de Tite no treinamento de amanhã. O treinador, que também sentiu o baque pelo acidente cardíaco com o jogador, vai repetir o discurso frio que foi obrigado a fazer na metade do segundo tempo do jogo contra o Criciúma, quando chegou a notícia. "Por maior que seja o abalo, temos de ser profissionais e lutar para dar o melhor ao Corinthians". O desafio será vencer o Vitória, no sábado, às 20h30, no Pacaembu. Desde já, Tite descarta a hipótese de dispensar Fabinho e Fábio Baiano, que foram companheiros de Serginho no São Caetano. "Não penso nessa hipótese, até porque temos os nossos objetivos aqui no Corinthians e precisamos do grupo completo". Contra o Vitória, o desfalque será o lateral-direito Coelho, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Tite ainda não confirmou, mas deve promover a volta de Edson, que não enfrentou o Criciúma porque foi expulso no jogo anterior, diante do Paraná. A boa notícia veio do departamento Médico. Alessandro (contratura no músculo adutor da coxa esquerda) e Alberto (luxação no ombro direito) foram liberados. A escalação de ambos vai depender só da opção do treinador. Hoje, não era dia de entrevista de Tite. Ele só abriu uma exceção para falar sobre a morte de Serginho. A escalação do time, porém, deve sair do treinamento coletivo programado para amanhã, às 15h30, no Parque São Jorge. Tite não falou com a imprensa sobre os planos para o Corinthians mas na palestra para os jogadores, hoje, avisou: o time terá de dar o seu melhor até o final da competição, tendo ou não tendo mais boas chances de classificação para a Libertadores. "Se não der para se classificar para a Libertadores, vamos brigar pela Sulamericana. É outra competição internacional muito importante". O discurso oficial do time, porém, é o mesmo das últimas semanas: o Corinthians não desistirá da Libertadores enquanto houver chances matemáticas de classificação. "Ainda temos oito jogos, são 24 pontos em jogo. Muita coisa pode acontecer até o final da competição", sintetizou o lateral-direito Coelho. A delegação do Corinthians chegou hoje às 15h30 de Criciúma. No aeroporto de Congonhas, um torcedor mexeu com Fábio Costa, mandando o goleiro voltar para o Santos. Tite falou qualquer coisa ao torcedor mas o episódio não se desdobrou. "Não foi nada sério. Era um torcedor do Santos. Eu disse apenas para que ele fosse torcer pelo time dele.Acabou ali", esclareceu Tite.

Agencia Estado,

28 de outubro de 2004 | 20h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.