Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Corinthians busca estender boa sequência diante do Goiás e seguir sonhando

Time está há quatro jogos sem sofrer gol e tenta vitória diante do lanterna para se aproximar do G-6

Redação, O Estado de S. Paulo

21 de dezembro de 2020 | 05h00

A boa vitória diante do líder São Paulo na rodada passada fez o Corinthians mudar suas metas no Brasileirão. Antes desesperado por causa da ameaça do rebaixamento, agora o time quer emplacar uma série de vitórias para sonhar com classificação para a Copa Libertadores de 2021. Nesta segunda, às 20 horas, a equipe recebe o lanterna Goiás, na Neo Química Arena, com a obrigação de somar mais três pontos.

O Corinthians tem 33 pontos e está em posição intermediária na classificação. O objetivo é não desperdiçar pontos diante de rivais da zona de rebaixamento para “entrar na briga” pela Libertadores do próximo ano. Nesta temporada, o time paulista caiu na fase prévia do torneio diante do Guaraní, do Paraguai, e agora quer apagar a mancha.

Com o retorno de Jô, que cumpriu suspensão, e a entrada de Matheus Vital no lugar do machucado Cantillo, o técnico Vagner Mancini espera que a equipe tenha cabeça no lugar e tranquilidade para superar um oponente que promete atuar fechado na arena em Itaquera.

O treinador acredita que será um duelo até mais complicado do que foi diante do São Paulo por essa postura defensiva do Goiás. Para tanto, reforça a necessidade de contar com um atacante na área para aproveitar as jogadas ofensivas, como os cruzamentos. “Será um jogo de mais paciência, de bola nos pés, de posse, no qual temos de ser agressivo da mesma forma”, enfatizou Mancini. “É óbvio que temos extremo respeito pelo Goiás, mas acima de tudo, a gente quer manter a boa fase. Uma vitória pode nos fazer sonhar um pouco mais na disputa.”

O crescimento do Corinthians nas últimas rodadas, sobretudo defensivo, aumentou a confiança de todos no clube. Já são quatro partidas sem derrotas e também sem sofrer gols.

“É fundamental que a equipe mantenha a disposição e organização que teve diante do São Paulo (1 a 0) e nessas últimas rodadas. São quatro jogos que não tomamos gol e isso faz com que a gente esteja sempre mais perto de vencer”, observou o treinador. Para evitar surpresas, o Corinthians tentará abrir o marcador cedo. Quebrar o paredão defensivo goiano rapidamente é uma das recomendações de Mancini para o sucesso.

Pior visitante

Para deixar a lanterna e manter vivo o sonho de permanecer na elite, o Goiás precisa fazer algo inédito neste Brasileirão: ganhar fora de Goiânia. Pior visitante do campeonato, o time goiano tem apenas uma vitória fora de casa, mas foi sobre o rival Atlético-GO, por 1 a 0, no estádio Antônio Accioly, na capital goiana. Fora do estado, o time acumulou quatro empates e sete derrotas.

Os números negativos longe dos seus domínios refletem na tabela de classificação. Com 20 pontos, o Goiás está na lanterna, mas tem a chance de subir até duas posições desde que surpreenda o Corinthians.

Como só o resultado positivo interessa para seguir vivo na luta pela permanência na elite, o Goiás deve atacar o Corinthians na Neo Química Arena. Nem mesmo o fato de o adversário ter vencido o líder São Paulo, por 1 a 0, na última rodada, coloca medo no zagueiro Iago Mendonça.

"Será um jogo difícil, mas cada jogo é um jogo. Não tem essa de ganhou de A, B ou C. Se for assim, também tivemos uma vitória sobre o Internacional, quando era o líder. Então, vamos jogar contra o Corinthians de igual para igual e vamos buscar uma vitória lá em São Paulo", afirmou o defensor.

Os técnicos Augusto César e Glauber Ramos não poderão contar com o zagueiro Fábio Sanches e o volante Ariel Cabral, que receberam o terceiro amarelo no empate sem gols com o Grêmio. Heron retorna de suspensão na defesa e Daniel Oliveira deve substituir o argentino.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Bruno Mendes e Fábio Santos; Gabriel, Ramiro, Matheus Vital e Otero; Casares e Jô. Técnico: Vagner Mancini.

GOIÁS: Tadeu; David Duarte, Iago e Heron; Shaylon, Daniel Oliveira, Breno, Miguel Figueira e Jefferson; Rafael Moura e Fernandão. Técnico: Glauber Ramos.

JUIZ: Bruno Arleu de Araújo (RJ).

LOCAL: Neo Química Arena.

HORÁRIO: 20h.

NA TV: SporTV e Premiere

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.