Corinthians busca vingança contra o Sport, no Recife

Elias sabe que anda devendo futebol no segundo semestre. Um dos melhores do Corinthians nas conquistas do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil, ele sofreu demais com o desmanche em seu setor - é o único remanescente, já que Cristian e Douglas foram negociados. Dias atrás, chegou a ser cobrado por alguns torcedores. Ciente de que está em débito, o volante pediu para "jogar todas as partidas" até o fim do ano. Neste domingo, às 16 horas (15 horas no Recife por causa do horário de verão), ele busca sua vingança contra o Sport.

FÁBIO HECICO, Agencia Estado

18 de outubro de 2009 | 09h06

Será o primeiro duelo entre os dois times, na Ilha do Retiro, desde a decisão da Copa do Brasil de 2008, conquistada pelos pernambucanos com vitória por 2 a 0. Elias não estava em campo naquele 11 de junho, mas tem motivos de sobra para buscar um resultado positivo na tarde deste domingo.

Contratado no meio de 2008, o volante, ao lado de Douglas, esteve com o elenco na capital pernambucana na época. Queria dar um apoio aos companheiros e voltou para casa revoltado com o tratamento recebido na cidade.

"Mas não vamos com sentimento de revanche, aquele dia foi um dia para se esquecer. Todos os corintianos já esqueceram", disse ao tentar, em vão, evitar clima de revanche. "Lembro que ficamos muito tristes, ainda mais o pessoal que jogou. Mas já superamos", garantiu, sem convencer.

Vencer não significa melhorar na tabela. As chances de título do Corinthians são nulas. Ainda assim, a vitória significa muito, sim. Vale, por exemplo, para deixar os algozes de 2008 à beira do rebaixamento à Série B. Uma boa vingança, também, para Felipe, Chicão, William e Dentinho, titulares naquela derrota, além do técnico Mano Menezes.

O treinador, contudo, apela para o discurso de "jogo comum". "É impossível comparar aquele jogo com esse. Aquele título o Sport já ganhou", disse. "Nossa obrigação é chegar lá e fazer um jogo forte, para vencer". Ronaldo e Alessandro, suspensos, não jogam. Entram Edno e Balbuena, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.