Reprodução
Reprodução

Corinthians cogita Tardelli, mas salário afasta retorno de atacante ao Brasil

Jogador não nega que pretende voltar ao futebol brasileiro

Estadão Conteúdo

14 de julho de 2016 | 17h16

O Corinthians procura um atacante. E existe um disponível no mercado, que preenche parte do perfil pedido pelo técnico Cristóvão Borges: é experiente, e reconhecidamente um goleador. O problema é o preço. Diego Tardelli quer voltar ao futebol brasileiro, mas tê-lo, ainda que por empréstimo, não sairá barato.

O ex-atacante do Atlético-MG caiu em desgraça no Shandong Luneng com a chegada do treinador alemão Felix Magath em substituição ao brasileiro Mano Menezes. Passou de titular absoluto a descartável. Tardelli também não nega que pretende voltar ao futebol brasileiro.

No início da semana, o jogador de 31 anos conseguiu dos dirigentes do Shandong a liberação para fechar com outro clube, mas por empréstimo. O problema é que seu salário mensal é estimado de R$ 1,2 milhão e, além disso, os chineses gastaram cerca de R$ 18 milhões para contratá-lo. Por isso, devem querer uma boa compensação.

O próprio Tardelli já revelou que, apesar de sua vontade, não será fácil retornar ao Brasil. O mais provável é que consiga se encaixar em algum clube do futebol árabe.

O Corinthians, por sua vez, defende a adoção da política do "bom e barato". Por isso, a tendência é que busque um atacante que esteja sem espaço em algum clube da primeira divisão ou seja destaque da Série B.

E, se Alexandre Pato voltar a jogar pelo time e se sair bem, o plano de ter um novo atacante poderá até ser abortado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.