Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Corinthians começa bem e ganha da Portuguesa

Com a mesma base do ano passado, o Corinthians mostrou neste domingo que se preparou bem para a temporada de 2011. Assim, estreou no Paulistão com vitória sobre a Portuguesa, por 2 a 0, neste domingo, no Pacaembu. O agora capitão Ronaldo teve participação discreta em campo, enquanto o lateral Roberto Carlos foi decisivo, ajudando no gol de Paulinho e marcando um gol olímpico.

TERCIO DAVID, Agência Estado

16 de janeiro de 2011 | 19h12

Na abertura da temporada, as duas equipes mostraram muita disposição dentro de campo. Mas logo prevaleceu o melhor conjunto e a qualidade superior dos jogadores do Corinthians. Assim, o primeiro gol corintiano saiu logo aos 11 minutos, quando Roberto Carlos começou a jogada e rolou a bola para Bruno Cesar ajeitar para Paulinho chutar no canto do goleiro Weverton: 1 a 0.

Roberto Carlos estava mesmo numa tarde inspirada. Aos 19 minutos, ele foi ao ataque pela esquerda e ganhou o escanteio. Esperto, o lateral corintiano bateu rápido, aproveitando a defesa desarrumada da Portuguesa e a desatenção do goleiro Weverton, e acertou uma bela cobrança: gol olímpico. Com tamanha vantagem em tão pouco tempo, o Corinthians passou a controlar o jogo.

Mas a Portuguesa teve forças para tentar buscar a reação. E quase marcou numa bobeada corintiana, quando Ademir Sopa roubou a bola de Jucilei e, cara a cara com o goleiro Júlio Cesar, bateu para fora. O susto serviu para acordar o Corinthians novamente: o time voltou a se concentrar e a tocar a bola no campo de ataque, tentando chegar ao terceiro gol.

O terceiro gol só não saiu ainda no primeiro tempo porque Preto Costa cortou bem a cabeçada de Dentinho, de dentro da pequena área, e salvou a Portuguesa quando o goleiro Weverton já estava batido. Depois disso, a Portuguesa tentou pressionar um pouco mais no segundo tempo, mas o Corinthians soube administrar a vantagem, controlando as ações do jogo.

No final do jogo, já com o resultado praticamente garantido, o técnico Tite resolveu colocar em campo os meias Morais e Edno, que retornaram ao Corinthians após temporada de empréstimos. Discretos, assim como o meia Danilo, que também entrou no segundo tempo, eles pouco influenciaram na dinâmica da partida. Mas a torcida corintiana pôde comemorar a vitória.

FICHA TÉCNICA:

Corinthians 2 x 0 Portuguesa

Corinthians - Júlio César; Moacir, Chicão, Leandro Castán e Roberto Carlos; Ralf, Jucilei, Paulinho e Bruno César (Morais); Dentinho (Danilo) e Ronaldo (Edno). Técnico: Tite.

Portuguesa - Weverton; Paulo Sérgio, Preto Costa, Maurício e Fabrício; Gláuber, Ademir Sopa (Marcelo Cordeiro), Ferdinando e Ivo (Luis Ricardo); Dodô e Héverton (Kempes). Técnico: Sérgio Guedes.

Gols - Paulinho, aos 11, e Roberto Carlos, aos 19 minutos do primeiro tempo.

Cartões amarelos - Paulo Sérgio e Danilo.

Árbitro - Luiz Flávio de Oliveira.

Público - 24.975 pessoas.

Renda - Não disponível.

Local - Estádio do Pacaembu, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.