Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians
Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians

Corinthians confia no apoio da torcida em casa para compensar sequência negativa como visitante

Equipe alvinegra enfrenta jejum de seis jogos sem vitória longe de seus domínios na temporada

Marcos Antomil, O Estado de S.Paulo

17 de julho de 2022 | 08h00

O Corinthians está há mais de um mês sem conquistar um resultado positivo longe de seus domínios. A última vitória como visitante foi no dia 4 de junho, diante do Atlético-GO. Desde então, passaram seis jogos fora de casa na temporada sem conseguir somar os três pontos. Com esses problemas, o Corinthians desperdiçou algumas chances de assumir a liderança do Brasileirão, como neste sábado, ao perder de virada para o Ceará, por 3 a 1.

Ao longo da atual edição do Campeonato Brasileiro, em nove partidas, o Corinthians conquistou três vitórias (sobre Red Bull Bragantino, Botafogo e Atlético Goianiense), dois empates e outras quatro derrotas.

Contra o Ceará, a postura do time paulista após a abertura do marcador, em golaço de Roger Guedes, gerou reclamações da torcida e foi apontado por Gustavo Mosquito como um dos fatores que levaram à derrota de virada na Arena Castelão. "Esse foi o erro, deveríamos continuar buscando o segundo gol. Levamos dois e isso decidiu o jogo", afirmou o atleta.

Sem bons resultados fora de casa, o Corinthians tem de se concentrar em conquistar pontos diante de seus torcedores. No próximo duelo, com o Coritiba, na próxima quarta-feira, o time deve contar ainda com o retorno de titulares, que foram poupados neste sábado e são figuras ausentes em algumas partidas como visitante. Outra volta importante é o do técnico Vítor Pereira, que cumpriu um jogo de suspensão, pelo cartão vermelho na partida com o Flamengo.

Em casa, no entanto, a postura alvinegra tem sido exemplar. Empurrada invariavelmente por grande público na Neo Química Arena, a equipe corintiana lidera a tabela de classificação como mandante. O Corinthians está invicto até aqui no Brasileirão, com cinco vitórias e três empates. A força demonstrada na temporada se baseia no apoio da torcida, que mostra uma sinergia ímpar com o elenco e a comissão técnica de Vítor Pereira.

Nos torneios mata-mata, tropeços fora de casa podem ser apagados com resultados qualificados em Itaquera. Porém, para o Campeonato Brasileiro, surge a necessidade de se encontrar um meio termo, inclusiva no formato de escolha de jogos para poupar atletas. Pelo decorrer da rodada, o Corinthians pode perder duas posições e ficar até quatro pontos distante do líder.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.