Satiro Sodré/SSPress
Satiro Sodré/SSPress

Corinthians confirma interesse em contratar meia uruguaio Lodeiro

Ideia é que o jogador seja comprado por um fundo de investimentos

Vítor Marques, O Estado de S. Paulo

16 de maio de 2014 | 18h17

SÃO PAULO - O Corinthians confirmou nesta sexta-feira o interesse na contratação do meia uruguaio Nicolás Lodeiro, do Botafogo. O jogador será comprado por um fundo de investimento. A ideia é que esse fundo, o WDS, repasse o atleta ao clube paulista.

"Queremos fechar até a Copa do Mundo e se precisar colocar dinheiro, vamos colocar", afirmou o diretor de futebol Ronaldo Ximenes, durante treino do time no Itaquerão, onde neste domingo encara o Figueirense, às 16 horas, pelo Campeonato Brasileiro.

O WDS já detém cerca de 43% do jogador uruguaio e vai pagar ao Botafogo o valor equivalente aos 57% que pertencem ao clube carioca. O dinheiro ajudará o time a conter uma crise financeira, além de diminuir a folha de pagamento.

A negociação tomou corpo nesta semana, com reuniões do fundo de investimento e o Botafogo, que já sabia do interesse do Corinthians e havia dado sinal verde para transferência.

Corinthians e Botafogo, há cerca de mês, se entenderam bem ao negociar Emerson. O atacante foi jogar no time carioca sem custo, por empréstimo. O clube paulista paga metade dos salários dele.

Lodeiro, de 25 anos, sofreu uma lesão muscular na coxa direita, mas a contusão não é grave. Ele já viajou ao Uruguai para iniciar a preparação para Copa do Mundo, já que é um dos 25 nomes pré-convocados pelo técnico Óscar Tabárez.

ATACANTE

Ximenes também confirmou que o Corinthians continua a busca por um atacante. Um jogador do Cruzeiro está na mira do clube. O time mineiro, de fato, tem várias opções. Quem está em baixa é o atacante Borges, que seria um substituto para o peruano Paolo Guerrero.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansBotafogoLodeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.