Corinthians confirma reforma da Fazendinha

A diretoria do Corinthians confirmou oficialmente nesta quinta-feira que o estádio Alfredo Schurig, a Fazendinha, será reformado para abrigar jogos do Campeonato Brasileiro deste ano, conforme revelou com exclusividade O Estado de S. Paulo. Um grupo de empresas, encabeçado pela Brasil Luso Esportes (a mesma que cuida do projeto do novo estádio do Vitória) e com participação do Banco Espírito Santo (BES), novo parceiro corintiano, vai financiar a obra.Porém, o acerto com os portugueses para que o BES trabalhe como captador de investidores europeus para a construção do sonhado estádio corintiano não foi comentado pela diretoria do clube. Uma cláusula de confidencialidade impede as partes de se manifestarem publicamente sobre o assunto.Extremamente cauteloso com as palavras, o vice-presidente de futebol do Corinthians, Antonio Roque Citadini, disse que a reforma está em fase de estudos. ?A única coisa que podemos dizer é que um grupo de empresas vai mesmo fazer as obras na Fazendinha. Nossa intenção é fazer jogos de menor porte por lá?, afirmou o dirigente. Nem mesmo a declaração do executivo de Comunicação do BES, Eduardo Gonçalves, confirmando o acerto com o Corinthians ? ?Nossa colaboração tem-se limitado ao desenvolvimento de trabalhos relativos à estruturação financeira do projeto? ? fez Citadini romper o silêncio.

Agencia Estado,

04 de março de 2004 | 19h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.