Corinthians conquista vitória heróica no Chile

Num jogo dramático do começo ao fim, o Corinthians venceu a Universid Católica por 3 a 2 e ficou perto da classificação para a segunda fase da Copa Libertadores. O resultado foi heróico para o time brasileiro, que saiu perdendo desde os dois minutos de jogo e ficou mais de 20 minutos com dois jogadores a menos - Wendel e Gustavo Nery foram expulsos infantilmente.Com o resultado, o Corinthians se igualou à Católica na liderança do Grupo 4 com 10 pontos, mas perdendo no saldo de gols (2 a 1). O Tigres é o terceiro, com seis, e o Deportivo Cali o lanterna, com nenhum ponto.No próximo dia 13, o time paulista precisa de uma vitória simples sobre o Deportivo Cali no Pacaembu para assegurar a passagem para as oitava-de-final.Quando se concentrou em jogar apenas futebol, o Corinthians foi superior no primeiro tempo. Quase abriu o placar aos 55 segundos, quando Carlos Alberto escapou pela direita e cruzou para Tevez, que, na marca do pênalti, emendou de primeira em cima de Buljubasich.No entanto, a resposta chilena foi imediata: aos 2 minutos, Herrera saiu mal em escanteio pela esquerda e espalmou a bola em cima de Quinteros: 1 a 0 e muita reclamação dos corintianos, que reclamaram de falta do atacante sobre Wendel.O time de Parque São Jorge sentiu o gol e se preocupou mais em revidar as provocações do que em jogar bola. Em meio às discussões, os chilenos quase ampliaram aos oito: Mascherano errou passe de calcanhar no campo de defesa e perdeu a bola para Rubio, que bateu à direita do gol.A partir daí, Carlitos Tevez usou da malandragem argentina e chamou o jogo para si. Aos 20 minutos, ele levou na raça pela direita e bateu forte para grande defesa de Buljubasich. Três minutos depois, não teve jeito: o camisa 10 recebeu de Marcelo Mattos e tocou na saída do goleiro. Comandado por Carlitos, o Corinthians dominou o jogo e chegou com facilidade ao segundo gol. Aos 36, Coelho lançou o atacante, que venceu Zentero na corrida, invadiu a área e só rolou para Nilmar virar o marcador.Mas nem deu tempo para comemorar. Dois minutos depois, o encrenqueiro Arrue bateu falta que desviou na barreira e enganou Herrera: 2 a 2.Logo no segundo minuto da etapa final, Wendel entrou na catimba de Quinteros e soltou o cotovelo em cima do chileno, que desabou. O árbitro uruguaio Roberto Silvera consultou o assistente Olivier Viera e expulsou o zagueiro corintiano.O lance aumentou ainda mais o nervosismo do time de Ademar Braga. Em menos de dois minutos, os corintianos deixaram Quinteros duas vezes sozinho na área, e em ambas ele desperdiçou. Aos poucos, já com Marcelo Mattos recuado para a zaga, o Corinthians acalmou o jogo. E chegou ao terceiro gol aos 15 minutos em grande tabela de Carlos Alberto e Nilmar, que acabou no toque de categoria do camisa 9 por cima do goleiro.Só que mais uma vez o Corinthians foi vítima da milonga chilena. Aos 25 minutos, Gustavo Nery reclamou acintosamente de uma cotovelada de Quinteros em Marcelo Mattos e também foi expulso.Com dois homens a menos, Braga se viu obrigado a trocar Nilmar pelo lateral-esquerdo Rubens Júnior e Ricardinho pelo volante Xavier. E o time paulista recuou todo para segurar a vitória.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.