Corinthians convida Parreira

O técnico Carlos Alberto Parreira foi convidado hoje para dirigir o Corinthians e prometeu dar uma resposta no máximo em uma semana - assim que regressar de uma viagem a bordo de um Transatlântico pelo litoral do País. O vice-presidente de Futebol do clube paulista, Antônio Roque Citadini, acompanhado de Dick Law, da Hicks Muse, esteve no fim da manhã na mansão do treinador, na Barra da Tijuca, bairro nobre do Rio, onde os dois começaram a negociação. De acordo com um dos participantes da reunião, que não quis se identificar, Parreira não se mostrou muito animado com o convite. "Ele sabe que a pressão no Corinthians é muito grande", disse essa pessoa. Às 14 horas, o técnico tetracampeão do mundo saiu de casa, em companhia de sua mulher, e seguiu para o Cais do Porto, onde iniciou viagem. Com a reação nada animadora de Parreira, os dirigentes corintianos deverão ir agora atrás de Geninho, do Atlético-PR, e Levir Culpi, do Atlético-MG, outros dois da lista de quatro nomes que interessam à diretoria - o quarto pretendido é o uruguaio Hugo de León. Parreira deixou recentemente o Internacional-RS, clube que ficou com a 9.ª colocação na primeira fase do Campeonato Brasileiro. O treinador está nos planos da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para assumir o cargo de diretor de Seleções da entidade. Citadini não confirmou o encontro com Parreira. Disse que passou o dia resolvendo problemas particulares. Dick Law alegou ter ido ao Rio para tratar de assuntos referentes à Liga Rio-São Paulo. "Temos feito vários contatos, mas ainda não definimos nada", despistou o vice-presidente. Após retornar do Rio, Citadini reuniu-se com o presidente do clube, Alberto Dualib, no Parque São Jorge, para discutir a contratação do técnico. Os dois ficaram desanimados com a reação de Parreira, pois gostariam de definir o nome do novo treinador antes do Natal. Estavam confiantes em acertar com o ex-técnico da seleção brasileira. "Temos várias negociações pendentes e, por isso, seria bom definirmos o nome o mais rápido possível", justificou o dirigente. A diretoria pode fazer trocas com o Cruzeiro. O volante Ricardinho, da equipe mineira, interessa e tem boas chances de chegar. O atacante Rodrigo, do Botafogo-RJ, é outro que pode ser contratado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.