Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Corinthians critica arbitragem e Rodriguinho projeto clássico com o Palmeiras

Jogadores contestam marcação de falta em gol marcado no segundo tempo

O Estado de S.Paulo

19 de fevereiro de 2018 | 22h43

Os jogadores do Corinthians saíram de campo após o empate por 1 a 1 com o Red Bull, nesta segunda-feira, no estádio Moisés Lucarelli, reclamando da marcação de uma suposta falta de Emerson Sheik no lance que acabou no gol marcado por Rodriguinho e foi anulado pelo árbitro Vinícius Furlan. 

+ Capixaba marca contra e Corinthians empata com o Red Bull

+ Corinthians oficializa contratação de Marllon e acordo de 4 anos com zagueiro

“Quando é, eu falo. Sou um cara extremamente verdadeiro. Agora, na jogada ali eu não lembro de ter apoiado o braço. Enfim, acho que não foi falta”, disse Sheik, em entrevista à Sportv, ao final da partida. 

O lance aconteceu aos 34 minutos, quando Fagner levou pela linha de fundo e cruzou para Sheik, que dividiu com a marcação e desviou de cabeça para Rodriguinho, que finalizou para o gol. 

Rodriguinho também criticou a atuação da arbitragem e já projetou o clássico com o Palmeiras, sábado, na Arena Corinthians. 

“Não sei o que foi que ele deu. Acho que deu falta do Emerson. Achei que não foi nada, mas ele marcou. A respeito do nosso time, estamos nos cobrando bastante, porque sabemos que podemos melhorar e temos que melhorar. Precisamos nos concentrar, pois temos um jogo importante, e, quem sabe, possa ser igual ao ano passado”, comentou o meia, lembrando a partida contra o Palmeiras no Paulistão do ano passado, quando o Corinthians venceu por 1 a 0. 

Tudo o que sabemos sobre:
Corinthiansfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.