Corinthians dá férias a 4 jogadores

Após a vitória deste domingo sobre o Botafogo, o Corinthians confirmou os primeiros nomes que já estão liberados para curtir as férias: o goleiro Fábio Costa, o zagueiro Anderson, além dos meias Fabinho e Fábio Baiano não atuam mais pelo clube neste Campeonato Brasileiro. Com as confirmações, o técnico Tite não poderá escalar sete jogadores para a última rodada, contra o Figueirense, em São Paulo.Apesar dos desfalques, Tite frisou não estar desanimado, porque confia nos jogadores que vão substituí-los. "Mostraremos empenho e dedicação até o último minuto do campeonato", afirmou o treinador. Além do quatro liberados, Wendell, Jô e Marcelo Oliveira cumprirão suspensão automática.Por não estar disputando mais nada no Brasileiro, a vitória sobre o Botafogo, por 2 a 1, foi deixada em segundo plano até por Tite, que voltou a pressionar os dirigentes para darem uma solução sobre sua permanência à frente da equipe. O treinador, que já se desentendeu com os parceiros do clube, a MSI, ao saber que Vanderlei Luxemburgo havia sido sondado para ocupar seu lugar, pediu uma desfecho rápido para seu caso. "Um clube com a grandeza do Corinthians escolhe os seus profissionais. Não sei se nessa semana vai sair a definição, mas não dou prazo nenhum", disse Tite. "Quero apenas que tenha uma rápida definição. Não tem dia marcado, mas espero que seja o mais breve possível."Depois do desabafo, Tite se mostrou satisfeito com a atuação do Corinthians, principalmente, no primeiro tempo. Lamentou a posição em que o Botafogo se encontra no Campeonato Brasileiro, ameaçado pela possibilidade de rebaixamento para a Série B, mas frisou que o time paulista jogou com determinação, sem se importar com a pressão vivida pelo adversário. "Não somos inimigos do Botafogo ou de qualquer outro clube, apenas valorizamos o nosso trabalho. Fizemos por merecer o resultado", afirmou Tite.Revelação - Já Wendell não escondeu sua felicidade pelo gol marcado, que assegurou a vitória corintiana. A jovem revelação disse ter sorte contra o Botafogo. "É meu segundo gol como profissional e o segundo contra a equipe carioca. No primeiro turno fiz um em São Paulo. Pode ser coincidência, mas provei que tenho valor." Wendell reiterou que a meta do Corinthians hoje é terminar o Brasileiro na melhor colocação possível. Para ele, a parceria da MSI reforçou apenas a necessidade da "garotada" e de quem está com o contrato próximo de ser encerrado jogar com mais vontade. Ressaltou ainda, que o momento é o ideal para cada um mostrar qualidade dentro do campo e permanecer no clube na próxima temporada.O atacante Gil um dos destaques do Corinthians no jogo deste domingo destacou a união do elenco como a principal explicação para o bom desempenho do Corinthians nesse Nacional. "Chegamos longe no campeonato. Mas, poderíamos ter alcançado melhor posição se não fossem alguns percalços", argumentou Gil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.