Evelson de Freitas/AE
Evelson de Freitas/AE

Corinthians de Tite: nem a cautela de Mano, nem a ousadia de Adilson

Novo treinador do clube promete time equilibrado para chegar ao título do Brasileirão

RAFAEL VERGUEIRO - Estadão.com.br,

21 de outubro de 2010 | 09h40

SÃO PAULO - O Corinthians experimentou duas formas diferentes de jogar neste Campeonato Brasileiro. Até a 11.ª rodada, quando era comandado por Mano Menezes, o time era cauteloso, e privilegiava o sistema defensivo. Depois, quando Adilson Batista assumiu, o esquema foi mudando aos poucos e a equipe ficou mais ofensiva, porém menos segura na defesa.

Veja também:

linkTite promete retomar padrão no Corinthians em oito 'finais'

Agora, a missão do técnico Tite, que assume o Corinthians nas oito rodadas finais para tentar o título, é buscar o equilíbrio. E ele está ciente deste desafio. "O que pretendemos é ter um futebol equilibrado, com consciência defensiva, mas sem abrir mão de ser agressivo", declarou.

Tite acredita que, para o Corinthians faturar o Brasileirão, terá que conseguir um aproveitamento final entre 65% e 68%. Hoje, o alvinegro tem 56%, e ocupa a terceira colocação, com 50 pontos, quatro a menos do que o líder Cruzeiro. "Mas o importante é rodada a rodada ir buscando se aproximar da ponta".

O treinador promete um esquema simplificado nesta reta final da competição nacional. No entanto, não descarta algumas mudanças no esquema que vinha sendo utilizado. "O 4-2-3-1 é o mais utilizado aqui, deve ser mantido, mas em alguma coisa podemos mexer".

A estreia de Tite será quente, justamente contra o arquirrival Palmeiras, em confronto marcado para o próximo domingo, às 16 horas no Pacaembu. O resultado positivo é fundamental para o Corinthians seguir na luta pelas primeiras posições.

Alterado às 11h24 para correção de informação

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansTiteCampeonato Brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.