Corinthians demite Passarella

Depois de mais de uma semana na corda bamba, o técnico Daniel Passarella, enfim, foi demitido. O treinador argentino foi informado da decisão da diretoria do Corinthians no começo da tarde desta terça-feira pelo vice-presidente do clube, Nesi Cury. "Passarella já não é mais o técnico do Corinthians. Nós conversamos com ele, agradecemos pelo seu trabalho e agora vamos pensar numa outra opção", disse Cury. Os dirigentes do Corinthians e da MSI tentam agora a contratação de Emerson Leão, que está no futebol japonês. O time do Corinthians, que enfrenta o Atlético-PR no domingo, será dirigido interinamente pelo auxiliar Marcio Bittencourt.Passarella teve uma passagem curtíssima no Corinthians, mas dificilmente será esquecida. Ele assumiu o time na primeira semana de março como uma incógnita. Em pouco tempo caiu nas graças da torcida e se transformou em unanimidade no clube, ao conseguir uma seqüência de 11 jogos invicto. Só que perdeu jogos fundamentais e abriu divergências no grupo ao afastar jogadores considerados líderes, como o goleiro Fábio Costa e o meia Roger. No total, dirigiu a equipe em 15 jogos. Venceu 7, empatou quatro e perdeu quatro - duas dessas derrotas, no entanto, foram cruciais. Foi eliminado pelo Figueirense nos pênaltis e acabou fora na Copa do Brasil - a prioridade número 1 da diretoria. Em seguida, foi goleado pelo São Paulo por 5 a 1.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.