Corinthians desafia River Plate e história na Libertadores

O Corinthians tenta enterrar o passado na hora de buscar a classificação para as quartas-de-final da Libertadores. O time recebe o River Plate, nesta quinta, às 21h45, no Pacaembu, e precisa de uma vitória por 1 a 0, 2 a 1 ou dois gols de diferença para seguir na competição.Nas duas ocasiões anteriores em que enfrentou argentinos nas oitavas-de-final, o Corinthians chegou em desvantagem para decidir em São Paulo e foi eliminado. Em 2003, diante do próprio River, o time perdeu as duas partidas por 2 a 1. Doze antes, contra o Boca, empatou em 1 a 1, depois de ser derrotado por 3 a 1 na Argentina.Desta vez, no entanto, o time chega embalado, já que perdia por 3 a 1 e marcou nos descontos, numa cabeçada do volante Xavier, gol que reduziu muito a desvantagem da equipe. Xavier, inclusive, ganhou a oportunidade de ser titular, no lugar de Mascherano, expulso no jogo de ida. A única dúvida do técnico Ademar Braga é entre Gustavo Nery e Rubens Júnior, na lateral-esquerda.No River, o técnico Daniel Passarella, que estará no Pacaembu pela primeira vez desde sua frustrada passagem pelo Corinthians, no ano passado, tem problemas para armar a defesa, que não terá Talamonti, expulso em Buenos Aires, e pode ficar sem Cáceres, contundido.O adversário do vencedor desse confronto também sai nesta quinta-feira, às 17h15 (de Brasília): em Assunção, o Libertad recebe o Tigres e precisa da vitória para se classificar, pois no jogo de ida, em Monterrey, houve empate por 0 a 0. O Tigres, treinado pelo brasileiro Ricardo Ferretti, aposta tudo na Libertadores, depois da eliminação no Torneio Clausura mexicano, no último fim de semana.Vantagem em casaO Goiás aposta no bom retrospecto em casa para reverter a vantagem do Estudiantes, que venceu por 2 a 0 o jogo de ida, em Quilmes, e se classificar para as quartas-de-final da Libertadores. O vencedor desse duelo pega o São Paulo.No jogo desta quinta, às 19h15, no Serra Dourada, o Goiás precisa vencer por três gols de diferença para se classificar. Na primeira fase, em casa, bateu o The Strongest por 2 a 0 e o Newell´s Old Boys por 3 a 0. Já classificado, ficou no 0 a 0 com o Union Española.Sem o zagueiro Leonardo e o atacante Souza, suspensos, o técnico Geninho pode abandonar o esquema de três zagueiros e adotar o 4-4-2, com a entrada de Cléber Gaúcho ou de Romerito, recuperado de contusão muscular. No ataque, Nonato entra ao lado de Roni.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.