Nilton Fukuda/Estadão - 5/11/2013
Nilton Fukuda/Estadão - 5/11/2013

Corinthians desiste de tentar repatriar Edenilson, negociado com a Udinese

'Não houve tempo suficiente para que ele pudesse jogar conosco até o fim do semestre', diz Mano

Vítor Marques, Agência Estado

18 de fevereiro de 2014 | 19h48

SÃO PAULO - O Corinthians não conta mais com retorno do lateral-direito e meia Edenílson, que havia sido negociado com a Udinese, mas que voltaria defender o clube paulista por empréstimo de apenas quatro meses. O técnico Mano Menezes confirmou que o jogador não reforça a equipe. O prazo de inscrições para o Campeonato Paulista terminou nesta terça-feira e o Corinthians não conseguiu reunir documentos para selar a transferência.

"Essa história do Edenílson é daquelas que você vê que o futebol está de ponta cabeça. Lá do outro lado do oceano as coisas não deram certo. E também não houve tempo suficiente para que ele pudesse jogar conosco até o fim do semestre. Ele daria uma contribuição enorme, mas não foi possível."

O Corinthians confirmou a venda de Edenílson para a Udinese por 3,5 milhões de euros no final de janeiro. Mas o time de Udine já havia extrapolado o limite de estrangeiros não comunitários. Cogitou-se a possibilidade de Edenílson ir para o Granada, da Espanha. O dono da Udinese é o mesmo do Granada e também do Watford, da Inglaterra, o italiano Gianpaolo Pozzo.

Edenílson viria ao Corinthians, de graça, por empréstimo de quatro meses. Dirigentes disseram que nos últimos dias não conseguiram contato com Pozzo, que estaria viajando. Isso teria inviabilizado o negócio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.