Divulgação/Goiás
Divulgação/Goiás

Corinthians desiste oficialmente da contratação do atacante Michael

Clube emite nota em seu site oficial e lamenta a atitude do Goiás na negociação

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de janeiro de 2020 | 11h45

O Corinthians emitiu nota na manhã desta quarta-feira para informar que desistiu da contratação do atacante Michael, do Goiás. O clube alvinegro havia oferecido 5 milhões de euros (R$ 22,6 milhões) por 50% dos direitos econômicos do jogador.

O texto publicado no site oficial do Corinthians lamenta a atitude do Goiás que "tratou a negociação, sem a devida reciprocidade que houve ao longo dos últimos anos".  E ainda endossa o discurso do presidente Andrés Sanchez de não fazer "nenhuma extravagância financeira que possa prejudicar a administração do clube".

A desistência acontece no momento em que o clube goiano se aproximou de um acerto com o Flamengo pela venda do atacante eleito revelação do Campeonato Brasileiro do ano passado. Dirigentes das duas equipes devem se reunir no Rio de Janeiro nesta quarta-feira para sacramentar o acordo. O Flamengo cobriu a proposta do Corinthians e ofereceu cerca de 7,5 milhões de euros (R$ 33,9 milhões) por 80% dos direitos econômicos de Michael. 

Confira a íntegra da nota do Corinthians:

O Sport Club Corinthians Paulista encerrou a negociação pelo atacante Michael, do Goiás. 

A Diretoria de Futebol do Timão ressalta que não mediu esforços para contratar o atleta. A proposta enviada pela aquisição de 50% dos direitos do jogador foi proporcional ao valor da multa pedida pelo clube goiano.

O Corinthians chegou ao seu limite e lamenta a forma como o Goiás tratou a negociação, sem a devida reciprocidade que houve ao longo dos últimos anos, quando o Alvinegro cedeu atletas por empréstimo à equipe de Goiânia e prezou pelo respeito à instituição e bom relacionamento.

O Sport Club Corinthians Paulista não fará nenhuma extravagância financeira que possa prejudicar a administração do Clube. No entanto, terá como prioridade o fortalecimento de sua equipe de futebol para sempre buscar o mais alto desempenho esportivo, como aconteceu na última década, em que conquistou dez títulos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.