Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

Corinthians destaca falta de entrosamento como motivo do empate na Arena

Fagner, Gabriel e Danilo Avelar foram poupados da partida contra o Atlético-PR

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

04 Agosto 2018 | 23h17

Desde a derrota para o São Paulo, o Corinthians não apresentava um futebol tão ruim. Pelo menos dessa vez conseguiu um empate sem gols com o Atlético-PR, na Arena, em um duelo em que faltou emoção e criatividade dos dois times. Para os corintianos, a culpada da má atuação foi a falta de entrosamento. 

+ Corinthians e Atlético-PR empatam em jogo sonolento e sem gols

+ Pedrinho nega especulação sobre PSG e diz que deseja fazer história no Corinthians

+ Veja a classificação do Campeonato Brasileiro

“Sabíamos que teríamos dificuldade, pois não conseguimos treinar com essa formação”, disse o zagueiro Pedro Henrique. O técnico Osmar Loss resolveu dar folga para Fagner, Danilo Avelar e Gabriel e, além da falta de entrosamento com os reservas que entraram, o time sofreu com a má atuação de Jadson, Clayson e até Romero, que não estava em uma noite tão inspirada. 

"Sabíamos que seria um jogo difícil. O Atlético é um time bom e tentamos impor o nosso jogo, mas não conseguimos converter isso em gols", destacou o atacante Pedrinho, um dos melhores corintianos em campo.

Os jogadores lembraram que agora é o momento de pensar na Libertadores. "Vamos virar a 'chavinha' para fazer um bom jogo na quarta-feira", Pedrinho. "Agora a gente tem que ter uma boa preparação e descansar para fazer um excelente jogo no Chile", destacou Léo Santos. 

O Corinthians volta a campo na quarta-feira, para encarar o Colo-Colo, às 21h45, pelo primeiro jogo das oitavas de final da Copa Libertadores. No Brasileiro, o time de Osmar Loss joga no domingo, contra a Chapecoense, às 16h, na Arena Condá.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.