Corinthians deve à FPF, diz Farah

A Federação Paulista de Futebol, por meio do presidente licenciado Eduardo José Farah, negou nesta terça-feira que tenha retido parte da renda da final do Paulistão que pertencia ao Corinthians. Segundo o departamento financeiro da entidade, o Corinthians deve agora R$ 829.054,00 para a FPF e R$ 261.388,00 para a Liga Rio-SP. Com a dedução do prêmio pelo título - R$ 600 mil - e a quarta cota de tevê - de R$ 500 mil, que só vence em abril - o clube continuará devendo.A parte do Corinthians correspondente à terceira cota da tevê (R$ 500 mil), depositada no último dia 20, também ficou com a FPF, amortizando a dívida que era de cerca de R$ 1,7 milhão. Segundo Farah, há oito anos o Corinthians vem recorrendo à FPF para manter seus compromissos, como o pagamento dos jogadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.