Corinthians deve anunciar volta de Oswaldo

Oswaldo de Oliveira, técnico que comandou o Corinthians na histórica conquista do Campeonato Mundial de Clubes, em 2000, deve ter sua volta ao Parque São Jorge anunciada hoje. Depois de mais de cinco horas de reunião ontem, a diretoria promete definir esta tarde quem vai assumir a vaga atualmente ocupada por Juninho Fonseca. Aliás, a saída do atual treinador só não foi anunciada ainda porque a diretoria quis fechar acordo com o substituto antes de afastá-lo.Por volta das 16 horas de ontem, quando os cartolas já haviam contatado Oswaldo, surgiu a notícia: Tite deixava o São Caetano. Pronto! No mesmo momento começou a especulação. Mas não teve jeito, o acerto com o ex-treinador é iminente.A questão, agora, é o que fazer com Juninho. Uma das expectativas é fazer acerto para que ele tome a iniciativa, pelo menos oficialmente, de deixar o comando da equipe profissional. Tanto o presidente Alberto Dualib como Citadini gabam-se de o clube, pelo menos nos últimos anos, não demitir treinadores. E querem manter a fama. Assim, uma das saídas seria convencer Juninho a voltar às divisões de base ou se tornar assistente do próximo treinador. Nesse caso, não haveria demissão, e sim uma troca de função. O atual treinador corintiano foi chamado a participar de nova reunião hoje para definir a novela.Os dirigentes definem também se o próximo comandante poderá trazer pessoas de sua confiança ou se terá de continuar trabalhando com os profissionais que já estão lá e que foram trazidos por Carlos Alberto Parreira no início de 2002. Porém, durante o embarque para a Irlanda, onde a seleção brasileira faz amistoso amanhã, o preparador físico Moracy Sant?Anna já falava da eventual saída dele e do assistente-técnico Jairo Leal do clube. O motivo seriam os altos salários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.