Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Corinthians deve faturar R$ 4 milhões com bilheteria em uma semana

Equipe recebe o Ceará nesta quarta-feira em Itaquera pela terceira fase da Copa do Brasil

João Prata, O Estado de S.Paulo

03 de abril de 2019 | 17h24

O Corinthians divulgou nesta quarta-feira nova parcial da venda de ingressos para o jogo com o Ceará, às 21h30, pela terceira fase da Copa do Brasil. A expectativa é de casa cheia já que já foram comercializados 31 mil bilhetes.

O bom público deve render mais uma bilheteria milionária aos cofres do clube. Pelas quartas de final do Campeonato Paulista, há uma semana, 34.232 pagantes geraram R$ 1.208.153. Quem foi ao estádio viu o time alvinegro sofrer e garantir a classificação na disputa de pênaltis para a próxima fase.

No domingo, pela primeira partida da semifinal do Paulistão, contra o Santos, 39.919 compareceram em Itaquera garantindo renda de R$ 2.197.534. Mais uma vez a Fiel contribuiu nas arquibancadas e assistiu à vitória por 2 a 1.

Agora, o torcedor deve ir para o estádio em situação mais tranquila. O Corinthians venceu o jogo de ida em Fortaleza por 3 a 1 e pode perder por até um gol de diferença que garante a classificação para a quarta fase da competição.

Esses três jogos serão fundamentais para pagar a parcela de R$ 6 milhões mensais para o BNDES do financiamento da arena. Acumular caixa é fundamental nesse momento já que o clube estuda mandar os primeiros jogos do Campeonato Brasileiro fora de seu estádio para a recuperação do gramado. Vale lembrar que a bilheteria é uma parcela do que o clube fatura no estádio. Há ainda arrecadação com camarotes, academia, lanchonetes, além da visita guiada.

Para a partida desta quarta, o técnico Fábio Carille mandará força máxima. Só não contará com o zagueiro Manoel, que se recupera de lesão no ombro esquerdo. O time alvinegro deve entrar em campo com: Cássio; Fagner, Henrique, Marllon e Danilo Avelar; Ralf, Junior Urso e Sornoza; Vagner Love, Gustagol e Clayson.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.