Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Corinthians deve ter desfalque de Maycon, com lesão muscular, por um mês

Jogador poderá perder partidas importantes pelo mata-mata da Copa do Brasil e da Libertadores, além de jogos do Brasileirão

Redação, O Estado de S.Paulo

14 de junho de 2022 | 15h56

O técnico do Corinthians, Vítor Pereira, não deverá contar com o meio-campista Maycon por pelo menos um mês. Nesta terça-feira, o atleta foi diagnosticado com uma lesão grau 3 no músculo adutor da coxa direita e será desfalque importante no time para partidas importantes.

As lesões musculares podem ser de grau 1, 2 ou 3. As de grau 1 Grau I. São mais leves e são caracterizadas pela ruptura de poucas fibras, abaixo de 5% do total do músculo. A de grau 2 a lesão atinge de 5% a 50% das fibras musculares. Já a de grau 3, similar a de Maycon, é uma lesão de mais de 50% das fibras musculares com importante perda da função e presença de um defeito palpável.

Afastado do time há três jogos, Maycon chegou a treinar na sexta-feira, véspera da partida contra o Juventude. Caso a previsão dos médicos se conforme, o jogador não poderá participar de duelos decisivos do Corinthians na Copa do Brasil e Libertadores, diante de Santos e Boca Juniors, respectivamente, pelas oitavas de final.

Vítor Pereira orientou nesta terça o último treino para a partida desta quarta-feira, às 21h30, frente ao Athletico-PR, na Arena da Baixada. O aperfeiçoamento da posse de bola e o posicionamento em lances com bola parada, ofensiva e defensiva, foi foco das atividades.

O Corinthians inicia a disputa da 12ª rodada do Brasileirão, com 21 pontos, um atrás do líder Palmeiras. O time soma seis vitórias, três empates e duas derrotas. Com 15 gols, o ataque alvinegro é o quarto melhor do campeonato, atrás apenas de Palmeiras (19), São Paulo e Atlético-MG (ambos com 17). Já a defesa, vazada apenas nove vezes, só é superada pela palmeirense, que sofreu apenas cinco gols.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansMaycon

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.