Rodrigo Coca/ Agência Corinthians
Rodrigo Coca/ Agência Corinthians

Corinthians divulga os inscritos na Libertadores; Pedrinho será o camisa 10

Estreia do time alvinegro será na quarta-feira, às 21h30, contra o Guaraní do Paraguai, no estádio La Nueva Olla, em Assunção

Redação, Estadao Conteudo

03 de fevereiro de 2020 | 19h34

O técnico Tiago Nunes definiu nesta segunda-feira os 25 jogadores que vão defender o Corinthians da segunda fase da Copa Libertadores da América. Após quase deixar o clube para defender o Benfica, de Portugal, o meia Pedrinho foi inscrito e ainda será o camisa 10.

A estreia do Corinthians será na quarta-feira, às 21h30, contra o Guaraní do Paraguai, no estádio La Nueva Olla, em Assunção. A partida de volta acontece no dia 12 de fevereiro, em Itaquera. Se avançar, o time alvinegro ainda terá mais um mata-mata pela frente para entrar na fase de grupos.

Dos reforços contratados nesta temporada, apenas o atacante Davó ficou fora da lista inicial do Corinthians. Além dele, os zagueiros Leo Santos e Marllon, o lateral-esquerdo Carlos Augusto e o volante Araos também não foram inscritos pelo clube por indicação de Tiago Nunes.

Vale lembrar que na fase de grupos o técnico pode ampliar o leque de opções e inscrever 30 jogadores. Para isso, além de passar pelo Guaraní, o Corinthians terá de superar o vencedor do confronto entre Cerro Largo, do Uruguai, e Palestino, do Chile. A equipe ficaria na chave B, com Palmeiras, Tigre, da Argentina, e Bolívar, da Bolívia.

Para o jogo desta quarta-feira, Tiago Nunes deve repetir o time que superou o Santos por 2 a 0, domingo, pelo Campeonato Paulista. A única dúvida é o volante Camacho, que sentiu dores no quadril no clássico e será avaliado pelo departamento médico.

A provável escalação do Corinthians para o jogo com o Guaraní é: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Gil e Sidcley; Camacho (Gabriel), Cantillo, Janderson, Luan e Everaldo; Boselli.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.