Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Corinthians diz que só contrata Zeca se não tiver risco jurídico

Alvinegro chegou a ficar próximo de anunciar a contratação do lateral

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

15 de março de 2018 | 00h06

O Corinthians decidiu ter maior segurança jurídica antes de anunciar a contratação do lateral-esquerdo Zeca. O diretor de futebol do clube, Duílio Monteiro Alves, explicou que o clube não desistiu do jogador, mas espera por um acerto do Santos com os representantes do atleta para confirmar o acerto. Enquanto isso, as conversas estão suspensas. 

+ Corinthians cumpre com a obrigação e bate o Deportivo Lara na Arena

+ FPF muda data das quartas do Paulista, e Palmeiras decidirá na arena

“Sempre falamos que não estava nada fechado. A gente tem que esperar um pouco mais. Só vamos fazer negócio quando tiver maior segurança de que não corremos qualquer risco”, avisou o dirigente, antes da partida contra o Deportivo Lara, pela Libertadores, na Arena Corinthians. 

Uma das formas da negociação ser concretizada é através de uma reunião entre a OTB Sports, empresa que gerencia a carreira do jogador, e o Santos, que deve ocorrer nesta quinta-feira. O Corinthians garante que não irá participar da conversa. “Soube que existe essa possibilidade de ter uma reunião, mas não temos nada marcado. É algo que o Santos vai se acertar com os empresários do atleta”, disse Duílio. 

Zeca entrou na Justiça contra o Santos no dia 26 de outubro, pedindo uma liminar para rescindir o contrato alegando falta de pagamento do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) de 2014 e 2015. No fim do ano, ele conseguiu a liminar na Justiça e teve o vínculo rescindido.

Teoricamente, o lateral está apto para defender qualquer clube e se transferir de graça. Entretanto, o Santos pode reverter a decisão e caso volte a ser dono dos direitos econômicos do atleta, a multa para levar Zeca é de R$ 50 milhões. “Nosso jurídico está vendo uma forma de contrato em que o Corinthians não corra risco”, explicou o dirigente corintiano. 

O lateral já conheceu as dependências do CT Joaquim Grava e era esperado na Arena Corinthians para assistir o jogo contra o Deportivo Lara, mas como não houve o acerto, o clube decidiu que seria melhor ele não ir. 

A disputa jurídica entre Corinthians e Santos fez até com que os rivais trocassem farpas pelo Twitter. Pouco antes de anunciar o acerto com o jogador, o time paulistano divulgou: “#PlantãoCorinthians informa: Sistema Anchieta-Imigrantes tem fluxo bom no sentido da capital paulista. Em breve, mais informações na #CorinthiansTV.” Minutos depois, o Santos rebateu, também de forma bem humorada: “#PlantãodoPeixe Atenção, motorista: deslocamentos na estrada sem os cuidados devidos podem causar prejuízos milionários! #subaaserracomsegurança”

O Corinthians não estimula prazo para encerrar a negociação, mas espera que tudo seja solucionado em breve. “Jogador está há quatro meses sem jogar e a gente se preocupa com isso. É um garoto com futuro grande e não podemos fazer nada que possa prejudicá-lo”, explicou Duílio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.