Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Corinthians e Grêmio ficam no empate em jogo equilibrado na Arena

Alvinegro não sai do 0 a 0 em casa e chega aos cinco pontos no Brasileirão; tricolor ainda não venceu na competição

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

11 de maio de 2019 | 21h14

Corinthians e Grêmio não saíram do 0 a 0 na noite deste sábado, em duelo da quarta rodada do Brasileirão. O placar mostrou o que foi em campo: uma partida equilibrada, com poucas chances perigosas de gol para as equipes. O time gaúcho chegou a ter um pênalti anulado após análise no vídeo.

Com o resultado, o Corinthians vai a cinco pontos e ocupa o oitavo lugar na tabela. O Grêmio segue na zona de rebaixamento: na 17ª colocação, com apenas dois pontos conquistados. Na próxima rodada, o Corinthians visita o Athletico-PR na Arena da Baixada. O Grêmio volta a jogar fora de casa: enfrentará o Ceará no Castelão.

O JOGO

No duelo deste sábado, o VAR apareceu nos minutos finais do primeiro tempo. Após assinalar toque de braço de Fagner aos 44, o árbitro Marcelo de Lima Henrique analisou o lance e anulou a marcação corretamente. Na saída para o intervalo, Everton disse que o lateral corintiano foi imprudente. Em seguida, Fagner rebateu: "Só se eu arrancar o braço".

Antes da polêmica, as equipes tinham tido uma boa chance cada. Clayson fez linda jogada pela esquerda e cruzou na medida para Boselli, que cabeceou em cima de Paulo Victor. O Grêmio respondeu em cobrança de falta de Luan na trave.

O primeiro tempo foi bastante equilibrado e disputado, mas com os goleiros tiveram pouco trabalho. O Grêmio teve mais posse de bola e trabalhou principalmente com André no pivô, sem conseguir finalizar em boas condições. Já o Corinthians tentava chegar pelos lados, com Ramiro e Mateus Vital invertendo posições pela direita, e Clayson na esquerda. Também não levou tanto perigo ao goleiro gremista.

No segundo tempo, a entrada de Vagner Love na vaga de Boselli incendiou o Corinthians. O atacante exigiu duas boas defesas de Paulo Victor logo nos primeiros lances. Ainda furou quando estava na pequena área e recebeu cruzamento de Danilo Avelar.

Aos poucos, o Grêmio foi equilibrando as ações. E o jogo que era bom ficou chato: nenhuma equipe conseguia chegar com perigo ao ataque. A marcação passou a ser o principal objetivo dos dois times. O único lance que empolgou a torcida foi quando o Corinthians aproveitou erro de passes do adversário e saiu em contra-ataque, mas Love foi desarmado antes de finalizar.

Os técnicos até tentaram mudar o cenário nos minutos finais. No Corinthians, Fábio Carille promoveu a estreia de Régis, enquanto Renato Gaúcho colocou Pepê em campo. As mudanças, entretanto, não surtiram efeito, e o jogo terminou sem gols em Itaquera.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 0 X 0 GRÊMIO

CORINTHIANS - Cássio; Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Ramiro e Sornoza (Régis); Mateus Vital, Clayson e Boselli (Vagner Love). Técnico: Fábio Carille.

GRÊMIO - Paulo Victor; Leonardo, Geromel, Kannemann e Juninho Capixaba; Michel, Matheus Henrique e Montoya (Thaciano); Luan (Pepê), Everton e André (Felipe Vizeu). Técnico: Renato Gaúcho.

ÁRBITRO - Marcelo de Lima Henrique (RJ).

CARTÕES AMARELOS - Mateus Vital, Ramiro (Corinthians); Leonardo, Juninho Capixaba, Michel e Kannemann (Grêmio).

PÚBLICO - 36.360 pagantes (36.624 presentes).

RENDA - R$ 1.581.235,50.

LOCAL - Arena Corinthians, em São Paulo (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.