Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Carla Carniel / Reuters
Carla Carniel / Reuters

Corinthians e Internacional empatam em jogo com pênalti polêmico

Resultado em Itaquera deixa as duas equipes em posições ruins na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro

Raphael Ramos, O Estado de S.Paulo

03 de julho de 2021 | 23h12

O Corinthians continua com dificuldades para se impor em Itaquera, somar pontos em casa e subir na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, a equipe ficou no empate por 1 a 1 com o Internacional, em partida marcada por um pênalti polêmico a favor do time gaúcho com auxílio do árbitro de vídeo.

Passadas nove rodadas do Nacional, o Corinthians tem apenas uma vitória em casa – como mandante acumula ainda dois empates e duas derrotas. Com isso, a equipe amarga a décima posição, com 11 pontos. O Inter, com dez, é o 14.º colocado.

Em um primeiro tempo bastante equilibrado, o lance de maior destaque foi o polêmico pênalti de Jô em cima de Victor Cuesta, aos 35 minutos. Mesmo com o jogador do Inter à frente da linha de impedimento, a falta dentro da área ocorreu antes de a bola chegar. Após quatro minutos de análise do lance, o VAR confirmou o pênalti. Na cobrança, Cássio até acertou o lado, mas Edenílson, com a habitual categoria, colocou o time gaúcho em vantagem.

O pênalti gerou revolta entre os jogadores e dirigentes do Corinthians. No intervalo, o presidente Duílio Monteiro Alves foi flagrado discutindo com o árbitro Marcelo de Lima Henrique na entrada dos vestiários.

Mesmo durante o segundo tempo foi possível observar os jogadores do Corinthians ainda reclamando do lance. Apesar do visível nervosismo, o Corinthians foi melhor do que o Inter na etapa final. Antes dos 20 minutos, Jô teve duas chances de marcar, mas finalizou mal em ambas as oportunidades.

Sylvinho mexeu no time e colocou Marquinhos e Luan nos lugares de Mosquito e Vitinho, respectivamente, mas continuava faltando ao Corinthians poder de fogo no acabamento das jogadas. Com o Inter bem postado na defesa, ocupando os espaços à frente da área, o Corinthians só chegou ao gol quando encaixou uma boa jogada em profundidade pela beirada do campo.

Aos 34 minutos, Fábio Santos avançou pela esquerda e cruzou para o desvio de cabeça de Luan. O goleiro espalmou e, com a defesa do Inter totalmente desmontada, Jô aproveitou o rebote para empurrar para a rede sem marcação.

Nos minutos finais, o jogo ficou mais pegado, com muitas faltas no meio de campo. Os dois times não conseguiam se aproximar da área adversária e os dois goleiros pouco trabalharam.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1  x 1 INTERNACIONAL

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Cantillo, Roni (Araos), Mateus Vital, Vitinho (Luan) e Mosquito (Marquinhos); Jô. Técnico: Sylvinho.

INTERNACIONAL: Daniel; Saravia (Lucas Ribeiro), Pedro Henrique, Víctor Cuesta e Paulo Victor; R. Dourado, Edenílson, Maurício (Boschilia), Juan Cuesta (Patrick) e Léo Borges (Johnny); Yuri Alberto (Vinícius Mello). Técnico: Diego Aguirre.

GOLS: Edenílson, aos 39 minutos do 1ºT, Jô, aos 34 do 2ºT. 

JUIZ: Marcelo de Lima Henrique (RJ).

CARTÕES AMARELOS: Roni, Víctor Cuesta, João Victor e  Edenílson.

LOCAL: Neo Química Arena. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.