Corinthians é mais cobrado do que São Paulo, diz Mano

Corinthians é mais cobrado do que São Paulo, diz Mano

Treinador reclama de repercussão do empate em 0 a 0 contra o Coritiba e usa derrota do São Paulo por 3 a 1 como referência

VÍTOR MARQUES, O Estado de S.Paulo

19 Setembro 2014 | 10h33

Embora tenha admitido parcela de culpa na campanha irregular do Corinthians neste Campeonato Brasileiro, o técnico Mano Menezes considera que as críticas que seu time e ele próprio vem recebendo são exageradas. Após o empate por 1 a 1 contra a Chapecoense, nesta quinta-feira, Mano reclamou das cobranças. E ele até fez referência ao desempenho do São Paulo, rival deste domingo.

"Acho engraçado as coisas que circulam por aí. Nós vamos à Curitiba e empatamos por 0 a 0 jogando com dez homens em campo durante 30 minutos. Criou-se um tumulto porque o Corinthians empatou. Outros vão lá, tomam de três e está tudo normal. Que avaliação é essa?", afirmou Mano.

O treinador comparava os resultados que os dois times paulistas tiveram contra o Coritiba, no Couto Pereira. Pela 13ª rodada, o Corinthians empatou sem gols com a equipe paranaense. O São Paulo perdeu de virada, por 3 a 1, para o mesmo Coritiba, fora de casa, na quarta-feira. "Uns são mais simpáticos, outros não? Uns são fonte de blogueiros, outros não? Há muita discrepância nas avaliações de resultados. Isso eu não aceito", completou o treinador.

Corinthians e São Paulo vão se enfrentar no domingo, no primeiro clássico entre os dois times no Itaquerão. Mano usou o discurso comum ao dizer que não há favorito no jogo. Entretanto, novamente ele citou o adversário. "Se fosse pela parte psicológica, perder é pior que empatar. Eles vem de derrota. Mas acho que nessas horas você acaba tirando força de onde nem imagina", disse Mano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.