Divulgação/ Ag. Corinthians
Divulgação/ Ag. Corinthians

Corinthians é multado em R$ 97 mil pelo Procon por cobrar taxa na venda de ingresso

Clube foi punido também por não vender meia-entrada pela internet

João Prata, O Estado de S.Paulo

28 de maio de 2019 | 12h56

O Corinthians será multado em R$ 97 mil por cobrar taxa administrativa no ingresso e não disponibilizar a venda de meia-entrada em seu site. A informação foi divulgada pelo Procon.

O clube alvinegro cobra 5,5% do valor do ingresso de taxa administrativa. Segundo o Procon o clube alega "tratar-se de custos para cobrir compra pela internet". Mas a entidade informa que "quem retira o ingresso em guichês específicos é o consumidor, ou seja, não é o clube quem faz a entrega". Portanto a prática torna-se irregular.

Segundo o órgão que é vinculado à Secretaria da Justiça e Cidadania da Prefeitura de São Paulo, o clube ao cobrar a taxa administrativa transfere "ao consumidor o custo que deve ser coberto pela empresa", informou.

De acordo com as legislações federais e estaduais, o Corinthians também deveria disponibilizar a venda de meia-entrada em seu site. O Procon informa que podem ter 50% de desconto no ingresso estudantes, idosos, pessoas com deficiência, professores, diretores, coordenadores pedagógicos, supervisores e titulares de cargos do quadro de apoio das escolas municipais e estaduais, além de jovens de 15 a 29 anos comprovadamente carentes. 

O Corinthians informou via assessoria de imprensa que ainda não havia sido comunicado da multa. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.