Rodrigo Gazzanel/ Ag. Corinthians
Rodrigo Gazzanel/ Ag. Corinthians

Corinthians e Santos abrem semifinal e tentam deixar de oscilar no Paulistão

Equipes se enfrentam neste domingo, em Itaquera, no jogo de ida

João Prata, O Estado de S.Paulo

31 de março de 2019 | 04h30

Corinthians e Santos inicial neste domingo, às 16h, a disputa por uma vaga na decisão do Campeonato Paulista. O duelo reunirá equipes que têm oscilado ao longo da competição e que ganhou em polêmica nos últimos dias por causa das declarações do presidente do Santos, José Carlos Peres. O mandatário disse em vídeo que vazou na internet “vamos matar os gambás”.

Os jogadores do Corinthians prometeram dar a resposta em campo. Para isso, terão que voltar a jogar futebol. Nos dois jogos contra a Ferroviária pelas quartas de final, o time alvinegro foi inferior ao adversário e precisou dos pênaltis para garantir a classificação à próxima fase.

“Vamos enfrentar um time rápido, leve, meio que joga sem responsabilidade, não tem medo de perder, se arrisca muito. Fizemos um dos melhores jogos da competição contra eles (o Santos na primeira fase). Espero que a gente consiga conquistar nossos objetivos”, disse Ralf. O técnico Fábio Carille contará com o retorno do lateral-direito Fagner e manteve duas dúvidas para a partida: Jadson e Sornoza disputam uma vaga no meio-campo e Vagner Love e Pedrinho brigam por um lugar no ataque.

Do outro lado, o técnico Jorge Sampaoli tentará manter sua equipe equilibrada. O time fez grandes apresentações ao longo do torneio, mas também jogos para serem esquecidos como as goleadas sofridas para o Botafogo (4 a 0), e Ituano (5 a 1).

Para o primeiro duelo decisivo contra o Corinthians Sampaoli não deverá contar com o zagueiro Gustavo Henrique e com o atacante Eduardo Sasha por causa de problema muscular. Luiz Felipe deve entrar na zaga. No ataque, Rodrygo é o favorito para ocupar o lugar de Sasha, mas Soteldo e Cueva, que voltou da seleção peruana também disputam a vaga.

“Contente de estar aqui novamente. Muito importante o que os nossos companheiros conseguiram com a classificação para a semifinal do Paulistão. Agora é trabalhar junto do grupo para seguir adiante na competição”, declarou o peruano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.