Corinthians e São Paulo fazem clássico decisivo

A temporada da rivalidade entre os paulistas está aberta. Enfim, os torcedores do Estado terão o prazer - e a angústia - de assistir a um clássico decisivo em 2010. Corinthians e São Paulo, se enfrentam neste domingo, às 16 horas, no Pacaembu. O vencedor do confronto fica mais perto de uma vaga nas semifinais do Campeonato Paulista. O perdedor, por outro lado, complica suas possibilidades no Estadual e pode ver o vínculo com a torcida ficar mais abalado.

BRUNO DEIRO E GIULIANDER CARPES, Agência Estado

28 de março de 2010 | 08h02

A situação mais difícil é a do Corinthians, que saiu do G-4 na última rodada (derrota por 1 a 0 para o Paulista) e já não depende apenas de suas forças para se classificar. "O São Paulo está com uma folga maior na tabela, podendo administrar melhor. Nós temos que jogar tudo ou nada", analisou Mano Menezes.

O treinador corintiano tem razão, mas no lado tricolor todos veem um bom resultado no clássico como imprescindível para as chances da equipe no Estadual. "Corremos um risco muito grande. Se perdermos, o Corinthians encosta e outros times podem nos ultrapassar", definiu Washington. E a torcida ainda não se convenceu com as últimas atuações da equipe. Vaiou os jogadores na saída do estádio de Bragança Paulista após a derrota para o Bragantino (1 a 0).

O centroavante tricolor lembra ainda que o São Paulo tem a tabela mais difícil entre os times que disputam vaga nas semifinais. Enfrenta no Morumbi o Botafogo, de Ribeirão Preto, que também sonha com a classificação, na próxima rodada, e fecha a primeira fase diante do Santo André, atual vice-líder da competição, no ABC. "Teoricamente temos os jogos mais perigosos pela frente", opinou o jogador. "Já tínhamos planejado abordar o clássico com o que temos de melhor, senão podemos sofrer mais adiante", concordou o técnico Ricardo Gomes.

PRÉVIA DA LIBERTADORES - Os dois times disputam vaga nas oitavas de final da Libertadores e têm confrontos decisivos também durante a próxima semana - o São Paulo enfrenta o Monterrey, do México, enquanto o Corinthians joga com o Cerro Porteño. Um mau resultado neste domingo deve influenciar o moral de ambos na competição continental, positiva ou negativamente.

O Corinthians ainda enfrenta desconfiança da torcida, que cobrou os jogadores na derrota de quarta e certamente estará impaciente neste domingo. "Espero que a gente possa sair dessa pequena crise no elo entre diretoria, jogadores e torcida", imaginou o capitão corintiano William.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.