Corinthians e São Paulo fazem jogo de risco na Copinha

Corinthians e São Paulo fazem jogo de risco na Copinha

Federação divulga nesta quarta horário e local dos confrontos das semifinais; Palmeiras e Botafogo-PR estão na outra chave

O Estado de S. Paulo

20 de janeiro de 2015 | 23h11

Os resultados das quartas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior, em jogos realizados nesta terça-feira, garantiram o clássico entre Corinthians e São Paulo na semifinal. A partida é considerada de risco e a Federação Paulista de Futebol (FPF) colocará em ação um plano previsto desde o início da semana.

Até agora, todos os jogos tiveram entrada gratuita. Mas, para o clássico, ingressos serão cobrados, conforme previsto no regulamento do torneio. Além disso, a partida mudará de local. Inicialmente marcado para a Arena Barueri, será transferido da Grande São Paulo para o interior paulista. O Estádio Major José Levy Sobrinho, em Limeira, deve receber o confronto, segundo informações do SporTV.

A confirmação das mudanças será feita nesta quarta-feira pela FPF, quando locais e horários serão divulgados. Os dois jogos serão disputados na quinta-feira, a partir das 18 horas. A grande final será no domingo, às 10 horas, no Estádio do Pacaembu. Enquanto Corinthians e São Paulo jogam por uma vaga na decisão, a outra semifinal terá o confronto entre Palmeiras e Botafogo-SP, times que nunca venceram o torneio.

O São Paulo foi à semifinal com uma goleada de 4 a 0 diante do Atlético-MG, em São José dos Campos. João Paulo foi o destaque da partida, ao marcar três vezes - o último gol dele, e do jogo, foi olímpico. Luiz Araújo ajudou o time a completar o marcador.

O Corinthians é o maior vencedor da Copa São Paulo, com oito títulos, o último em 2012. O São Paulo, dono de três troféus, conquistou sua última taça em 2010.

VIOLÊNCIA

Com a mudança para o jogo entre Corinthians e São Paulo, a Federação Paulista de Futebol tenta evitar que cenas como as ocorridas no último fim de semana se repitam. Na partida entre Corinthians e Goiás, realizada na Arena Barueri, em Barueri (Grande São Paulo), torcedores entraram em confronto com a Polícia Militar fora do estádio.


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.