Corinthians empata com Náutico: 1 a 1

O Corinthians continua sem vencer na Copa dos Campeões. A equipe paulista obteve o segundo empate na competição diante do Náutico por 1 a 1, neste domingo, no Estádio Mangueirão, em Belém. O campeão da Copa do Brasil, que já tem vaga assegurada na próxima Taça Libertadores, decide agora a classificação na partida contra o Fluminense, domingo. Para esse jogo, o Corinthians deverá contar com os reforços dos campeões mundiais, Ricardinho e Vampeta, que estão sendo aguardados nesta segunda-feira à noite, em Belém, além do técnico Carlos Alberto Parreira.O treinador, que estava de licença para assistir a Copa do Mundo, deverá reassumir o cargo na terça-feira. O Corinthians jogou melhor do que o adversário, mas desperdiçou muitas jogadas de ataque. Já o Náutico foi prejudicado por um erro do juiz carioca, Wagner Tardelli, que aos 23 minutos do segundo tempo não marcou um pênalti de Rogério em Edu Silva.Apesar do calor, as equipes apresentaram um bom futebol. O Corinthians, que mesmo com a ausência de Ricardinho, uma espécie de comandante da equipe no meio-de-campo, dominou o adversário no primeiro tempo.Aos 15 minutos, Fabinho, do Corinthians, ganhou uma jogada da zaga adversária, mas chutou a bola em cima do goleiro Gilberto, desperdiçando uma boa oportunidade para marcar. Depois, aos 24, Kléber chutou para o gol. mas Gilberto fez boa defesa.O Corinthians teve ainda outro bom momento no primeiro tempo para marcar, mas Gil, aos 38, chutou sem precisão e Gilberto defendeu. A equipe paulista começou o segundo tempo no ataque. No início do primeiro minuto, Leandro perdeu outro lance ao chutar para fora.O Náutico reagiu e aos 23 teve um pênalti que o juiz não marcou. Dois minutos depois, a equipe pernambucana fez 1 a 0 com o ex-palmeirense Thiago (que no Parque Antártica era conhecido como Thiago Gentil). Ele dominou a bola de fora da área e chutou para o gol. A bola bateu nas costas de Fábio Luciano e enganou o goleiro Doni.O Corinthians partiu para a reação e conseguiu o empate aos 30 minutos, com o lateral-esquerdo Kléber. Ele recebeu um passe de Deivid entre os zagueiros adversários e completou de pé esquerdo para o gol. O resultado foi justo, mas os jogadores do Corinthians saíram de campo inconformados. Eles acharam que o time poderia ter alcançado a vitória , que poderia deixar a equipe em situação mais tranqüila. "Agora, não há outra saída. Vamos ter que decidir o futuro na competição na partida contra o Fluminense", admitiu Rogério.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.