Corinthians empata com o Fla e chega a 9 jogos sem vencer

Equipe alvinegra vencia com dois gols de vantagem, mas cede empate por 2 a 2; Carpeginani fica, diz diretoria

29 de julho de 2007 | 18h04

Já são nove jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro. Depois de sair vencendo por dois gols de vantagem, o Corinthians não segurou o resultado e acabou empatando com o Flamengo, por 2 a 2, neste domingo, no Morumbi. Na partida válida pela 15.ª rodada, o time carioca estreou o ex-corintiano Roger.   Veja também:  A classificação da Série A   O resultado mais uma vez não foi bom para o Corinthians, mas o técnico Paulo Cezar Carpegiani não deve deixar o clube, segundo o vice-presidente de futebol do clube, Rubens Gomes. Com o empate, o time alvinegro chega a 16 pontos e se mantém fora da zona de rebaixamento.   Apesar de o empate fora ter sido comemorado como uma vitória - pelas circunstâncias do jogo -, o resultado não tirou o Flamengo da área do descenso. A equipe carioca soma 12 pontos, mas com quatro jogos a menos que a maioria dos adversários.   O Flamengo começou melhor em campo, dominando as ações ofensivas - principalmente pelo lado direito de seu ataque. O Corinthians limitou-se a marcar em seu campo de defesa.   Com o passar do tempo, o Corinthians passou do contra-ataque para o ataque - principalmente pelo lado direito, com as investidas do lateral Edson e do meia Willian. Mas, mais uma vez, quando as jogadas saiam, faltava qualidade aos atacantes para concluir.   Prova disso aconteceu aos 19 minutos, quando Dinelson cruzou, o goleiro Bruno cortou parcialmente e a bola sobrou para a chega de Wilson, que mandou uma bomba de primeira, por cima do gol.   De tanto insistir, o ataque corintiano marcou. Aos 32, Willian pegou a bola no meio-de-campo e, mesmo marcado, conseguiu fazer grande lançamento para Clodoaldo - titular no lugar de Finazzi -, que ganhou do marcador na corrida, invadiu a área e bateu no canto, na saída de Bruno para fazer 1 a 0.   No segundo tempo, o técnico Ney Franco promoveu a estréia do meia Roger, ex-Corinthians. Além da marcação dos, agora, adversários, o flamenguista também foi marcado impiedosamente pela torcida corintiana, que o vaiava a cada toque.   Se o Flamengo agora tinha Roger em campo, o Corinthians tinha Dinelson. Aos 18, depois de um lance que começou no cruzamento de Willian e da saída de jogo desastrada da zaga flamenguista, o camisa 23 pegou a sobra na entrada da área e bateu no canto, sem chance para Bruno.   Apesar de 'duplamente' marcado, Roger ainda conseguiu produzir. Foi dele o belo passe, aos 27, que resultou no cruzamento de Leo Moura, que possibilitou a cabeçada de Souza - entre os zagueiros corintianos. A bola acabou no fundo do gol.   Abalado pelo primeiro gol, o Corinthians se perdeu no jogo e o Flamengo cresceu, dominando a parte final da partida. Aos 35, depois de cobrança de escanteio, Moisés cabeceou, Edson salvou em cima da linha, mas acabou jogando nos pés de Leó Medeiros, que bateu firme para empatar.   Na próxima rodada, o Corinthians enfrenta o Atlético Paranaense, na Arena da Baixada, na quarta-feira. O Flamengo só volta a campo no domingo que vem, quando enfrenta o Santos, na Vila Belmiro.   CORINTHIANS 2 x 2 FLAMENGO   Corinthians - Felipe; Edson, Fábio Ferreira, Zelão e Wellington; Bruno Octávio     , Moradei, Dinelson (Arce   ) e Willian; Wilson (Ricardinho) e Clodoaldo. Técnico: Paulo César Carpegiani.   Flamengo - Bruno; Léo Moura, Moisés, Ronaldo Angelim e Juan; Jaílton (Roger), Cristian (Paulo Sérgio), Renato Augusto e Léo Medeiros; Souza e Obina. Técnico: Ney Franco.   Gols - Clodoaldo, aos 36 minutos do primeiro tempo. Dinelson, aos 18, Souza, aos 27, e Léo Medeiros, aos 35 minutos do segundo tempo.Árbitro - Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS).Renda - não disponívelPúblico total - 5.945Local - Estádio do Morumbi, em São Paulo-SP.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.