José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Corinthians empata e avança na Libertadores; Guerrero é suspenso

Atacante peruano não enfrenta o São Paulo na estreia na fase de grupos da competição por ter pego três jogos de suspensão

RAPHAEL RAMOS, O Estado de S. Paulo

12 de fevereiro de 2015 | 00h14

O primeiro grande clássico do ano será já na próxima quarta-feira entre Corinthians e São Paulo, pela fase de grupos da Copa Libertadores, no estádio Itaquerão, em São Paulo. Nesta quarta, o time alvinegro confirmou a sua vaga no chave 2 do torneio ao empatar por 1 a 1 com o Once Caldas, em Manizales, na Colômbia. Na partida de ida, havia vencido por 4 a 0 e, por isso, jogou em situação bastante confortável.

Para o clássico contra o São Paulo, no entanto, o Corinthians não terá o seu principal jogador. Guerrero, expulso na partida de ida contra o Once Caldas, pegou três jogos de suspensão e não atuará nas duas primeiras rodadas da fase de grupos.

Nesta quarta-feira, a equipe voltou a apresentar boa consistência na defesa e, assim, não deu espaço para o Once Caldas, impedindo que o time colombiano rondasse o gol de Cássio. O Corinthians dominava o jogo com intensa troca de passes no meio de campo e não demorou para criar a primeira chance de gol. Aos oito minutos, Fagner tabelou com Danilo, mas acabou finalizando mal.

Já Elias, quando teve a oportunidade de marcar, não vacilou. Aos 14 minutos, o volante apareceu bem no ataque, pegou a defesa do Once Caldas desprevenida e, dentro da área, tocou com estilo na saída do goleiro.

O gol aumentou ainda mais a tranquilidade do Corinthians. Além de ser muito superior ao time colombiano, ainda contava com a colaboração do adversário, que, apático, não apertava a marcação.

Somente depois dos 25 minutos é que o Once Caldas passou a exercer alguma pressão em cima do Corinthians. Mesmo assim, os colombianos não chegaram a levar perigo. Aos 38, o time brasileiro quase fez o segundo. Depois de ficar quase dois minutos com a bola no pé, trocando passes, Uendel arriscou da entrada da área e tirou tinta da trave.

No intervalo, o técnico Tite tirou Gil, machucado, para a entrada de Edu Dracena. Mas a principal alteração no jogo foi a mudança de postura do Once Caldas. O time colombiano avançou a marcação e passou a encurralar o Corinthians em seu campo de defesa. Passou a fazer o que se esperava que a equipe fizesse logo nos primeiros minutos da etapa inicial.

Logo no primeiro minuto, o Corinthians foi salvo por Ralf. Após cobrança de escanteio, o volante desviou de cabeça e a bola bateu no travessão. No rebote, ele mesmo evitou o gol em cima da linha.

O Corinthians não resistiu muito tempo e aos 12 minutos veio o gol de empate. Arango recebe na esquerda, partiu em velocidade e passou com facilidade por Fagner para bater cruzado, sem chances para Cássio.

O Once Caldas, no entanto, não conseguiu manter o ritmo. Fechado na defesa, o Corinthians não permitia que o adversário se aproximasse da área. Assim, o jogo foi se arrastando e os dois times não criavam chances claras de gols.

Somente aos 34 minutos é que o Once Caldas levou perigo. Moreno subiu mais que a zaga corintiana e cabeceou para o chão, exigindo ótima defesa de Cássio - no rebote, o zagueiro desperdiçou outra oportunidade. Passado esse lance, o Corinthians só esperou o tempo passar, sem se arriscar muito. O time colombiano também não deu as caras no ataque.

VENEZUELANOS AVANÇAM
O Deportivo Táchira, da Venezuela, conseguiu a classificação à fase de grupos da Libertadores. No estádio Defensores del Chaco, em Assunção, o time empatou com o Cerro Porteño por 2 a 2 e avançou por ter vencido na ida por 2 a 1.

Assim, o Deportivo Táchira entra no Grupo 8 junto com Racing (Argentina), Sporting Cristal (Peru) e Guarani (Paraguai). A estreia será contra o Racing, na próxima terça-feira, na Venezuela.

FICHA TÉCNICA

ONCE CALDAS 1 x 1 CORINTHIANS

ONCE CALDAS - Cuadrado; Piedrahita, Camilo Pérez, Moreno e Quintero; Henao (Valoy), Díaz (Lopera), Arango e Patricio Pérez; Arias (Romero) e Penco. Técnico: Flabio Torres.

CORINTHIANS - Cássio; Fagner, Felipe, Gil (Edu Dracena) e Uendel; Ralf, Elias, Renato Augusto e Jadson (Petros); Emerson e Danilo (Luciano). Técnico: Tite.

GOLS - Elias, aos 14 minutos do primeiro tempo; Arango, aos 12 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Moreno e Penco (Once Caldas).

ÁRBITRO - Dario Ubriaco (Fifa/Uruguai).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Palogrande, em Manizales (Colômbia).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.