Corinthians empata na estréia de Tite

São Paulo e Corinthians empataram neste domingo no Morumbi por 1 a 1. O time de Cuca teve mais e melhores chances, mas não se pode falar em injustiça. O são-paulino tem é de lamentar e se preocupar com a ausência de Luís Fabiano, que poderia ter definido o jogo.Tite, que estreou no Corinthians e não tem nada a ver com os desfalques do adversário, pode comemorar o ponto que talvez lhe dê um pouco da tranqüilidade que os maus resultados tiraram de seus antecessores.No dia 12 de junho o São Paulo recebe o Grêmio, mas antes disso, no dia 9, joga contra o Once Caldas, também no Morumbi, pelas semifinais da Libertadores. O Corinthians joga dia 13, contra o Goiás, em Goiânia.Os dois times foram a campo com surpresas táticas. No Corinthians, Renato ficava atrás, como volante, e Fabinho era o jogador que atacava mais. E no São Paulo, a entrada de Renan, que marcava Gil individualmente, permitia que Fábio Simplício voltasse a jogar como no ano passado, mais à frente, chegando no gol adversário. O São Paulo foi melhor.A defesa do Corinthians se atrapalhava na marcação de Gabriel e Simplício e Fábio Costa teve de trabalhar muito. Aos nove minutos, viu a bola bater em seu travessão, depois de cobrança de Rogério Ceni. Na seqüência, Zé Carlos salvou cabeçada de Grafite.Aos 25 minutos, o São Paulo fez uma bela jogada. Gabriel lançou Simplício, que tocou para Tardelli. Recebeu de volta e fez, com um chute cruzado. O Corinthians empatou em um erro da barreira do São Paulo, que pulou e permitiu que a cobrança rasteira de Renato fosse transformada em gol.O São Paulo voltou a dominar. Aos 39, Fábio Costa salvou um chute de Diego Tardelli e aos 41 minutos Grafite entrou em diagonal, chutou e Ânderson salvou em cima da linha. Houve aos 35 minutos um pênalti de Fábio Costa em Simplício, que o árbitro não deu.O segundo tempo foi mais equilibrado, pelas alterações de Tite. Ele recuou Renato para a ala, tirou Zé Carlos e colocou Betão como terceiro zagueiro. Assim, Wendell pôde jogar mais à frente, marcando Gabriel em cima. Cuca reagiu colocando Vélber em lugar de Gabriel, mas nada mudou.O São Paulo teve uma boa chance aos 12 minutos. O cruzamento veio da esquerda, Grafite furou e Diego Tardelli tentou encobrir Fábio Costa, que defendeu. Tardelli teve ainda outras duas chances, mas em ambas chutou fraco. A primeira, Fábio Costa defendeu, sem esforço. E a segunda, aos 24 minutos, ele chutou cruzado, sem força e para fora.O Corinthians conseguiu alguns bons contra-ataques. Em um deles, Fabão levou cartão amarelo, ao fazer falta em Gil. Renato tentou seu segundo gol de falta, mas chutou para longe.Aos 28 minutos, Cuca resolveu abrir o jogo. Sacou o volante Alexandre e colocou o meia Aílton. Tite respondeu com Rodrigo. Mas o gol não saiu para ninguém.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.