Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Corinthians encara, contra o Colo-Colo, trauma das quedas em casa

Time precisa vencer após derrota no Chile, mas também tem de superar seguidas eliminações em Itaquera

O Estado de S.Paulo

29 Agosto 2018 | 05h00

O Corinthians tenta evitar, nesta quarta-feira, às 21h45, diante do Colo-Colo, mais uma eliminação em Itaquera em competição mata-mata. Nos últimos três anos, a equipe já caiu seis vezes em casa em confrontos decisivos: semifinal do Paulistão (2015 e 2016), oitavas da Libertadores (2015 e 2016), oitavas da Copa do Brasil (2015) e quarta fase do Copa do Brasil de (2017).

No jogo de ida, no Chile, o Corinthians perdeu por 1 a 0. Para avançar, terá de vencer por dois gols de diferença. Se devolver o placar de 1 a 0, a vaga será decidida nos pênaltis.

Apesar da pressão e do retrospecto ruim na Arena, o técnico Osmar Loss prega cautela. “O grande desafio é conseguir ser ofensivo sem ser exposto defensivamente. Temos 90 minutos para fazer um gol e levar para os pênaltis. Não vamos nos desesperar. Esperamos que o gol saia cedo para controlar o ritmo do jogo, mas é o grande desafio: atacar o tempo todo sem se expor”, disse.

O treinador faz mistério e, além de fechar o treino de ontem à imprensa, escondeu a escalação. Como o volante Gabriel terá de cumprir suspensão por causa da expulsão no jogo de ida, Ralf será titular. Romero retorna à equipe após cumprir suspensão diante do Paraná, no sábado, no Brasileiro. A dúvida é se Romero jogará de centroavante ou se Roger será mantido no time. Assim, o paraguaio jogaria pelas beiradas do campo.

Cássio, com dores no quadril, é dúvida. O goleiro foi poupado dos treinos para evitar quedas bruscas e será submetido a uma avaliação clínica momentos antes do partida para saber se tem condições de jogo.

Outro ponto de interrogação é se Clayson e Pedrinho continuam na equipe. Contra o Paraná, os dois foram titulares e a equipe encerrou uma sequência de quatro jogos sem vencer no Nacional.

“Pedrinho está em processo de maturação. O problema não é mais físico. Todo jogador tem queda, a dele pode ser mais pelo biotipo, quando o jogo é mais de duelo, quando pega um adversário de maior força e estatura, tem mais dificuldades”, despistou Loss.

No jogo de ida, o Corinthians foi facilmente dominado pelo Colo-Colo. A derrota por 1 a 0 só não foi maior graças ao bom desempenho de Cássio. Para não voltar a passar apuros na defesa, Loss pediu atenção redobrada com a dupla de ataque formada por Paredes e Barrios. Outra preocupação é com o ex-palmeirense Valdivia, responsável pela armação das jogadas.

“Fizemos treino defensivo, situações do Paredes e Barrios, algumas situações dos alas. Foram aspectos trabalhados”, admitiu Loss.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS: Cássio (Walter); Fagner, Pedro Henrique, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Douglas, Pedrinho e Jadson; Romero e Clayson. Técnico: Osmar Loss

COLO-COLO: Orion; Zaldivia, Barroso, Insaurralde; Baeza, Carmona, Opazo, Damián Pérez e Valdivia; Paredes e Lucas Barrios. Técnico: Héctor Tapia.

Juiz: Nestor Pitana-ARG.

Local: Arena Corinthians.

Horário: 21h45.

Na TV: Globo e FOX Sports

 

ELIMINAÇÕES EM ITAQUERA

Corinthians 2 x 2 Palmeiras, semifinal do Paulistão 2015

Corinthians 0 x 1 Guaraní-PAR, oitavas de final da Libertadores 2015

Corinthians 1 x 2 Santos, oitavas de final da Copa do Brasil 2015

Corinthians 2 x  2 Audax, semifinal do Paulistão 2016

Corinthians 2 x 2 Nacional-URU, oitavas de final da Libertadores 2016

Corinthians 1 x 1 Internacional, quarta fase do Copa do Brasil 2017

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.