Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians
Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Corinthians enfrenta o Atlético-PR e o STJD nesta quarta-feira

Jô será julgado por pontapé em Rodrigo e horas depois, equipe de Carille tenta manter a folga na tabela diante dos paranaenses

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

08 Novembro 2017 | 07h00

O Corinthians tem dois importantes desafios nesta quarta-feira. O primeiro é nos tribunais e o segundo em campo. A partir das 14h30, a missão, no STJD, no Rio, será livrar seu artilheiro, , de uma pena pesada, que pode até tirá-lo do campeonato. Mais tarde, às 21h, vai ser a vez de encarar o Atlético-PR, em Curitiba, e superar desfalques importantes na luta para dar mais um grande passo rumo ao título.

+ Sem treinar titulares, Carille pode ter mais desfalques no Corinthians

Em campo, diretoria e comissão técnica enxergam maiores dificuldades. Com 62 pontos na tabela, os corintianos respiram aliviados após a vitória sobre o Palmeiras, mas ainda vivem situação um pouco ameaçadora, já que um tropeço nesta quarta-feira pode fazer Santos, Grêmio e Palmeiras se aproximarem na tabela.

“Vencer um clássico dá sempre moral e é algo importante. Temos mais seis finais e precisamos trabalhar firme para não baixar a guarda”, disse o lateral-esquerdo Guilherme Arana.

Para vencer o Furacão, o Corinthians terá de superar dois importantes desfalques. O goleiro Cássio está com a seleção brasileira para a disputa dos amistosos contra Japão e Inglaterra, e também cumprirá suspensão pelo terceiro cartão amarelo, assim como o volante Gabriel. Em seus lugares entram, respectivamente, Walter e Maycon.

+ Arana revela ver vídeos de Roberto Carlos para aprimorar chutes no Corinthians

Walter fará sua estreia na temporada, após aparecer bem em 2016. Sem espaço no clube, ele pode ser negociado com o São Paulo ao final da temporada.

Antes de encarar o Atlético-PR, as atenções estarão em cima de Jô. O atacante será julgado por ter dado um pontapé no zagueiro Rodrigo no jogo entre Corinthians e Ponte Preta.

+ Corinthians pode ser campeão brasileiro na segunda-feira. Entenda

O atacante será julgado com base no artigo 254-4, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que prevê punição de quatro a 12 jogos. Os advogados tentarão desqualificar o caso. Independente do resultado do julgamento, ele jogará essa noite.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Fabrício; Pavez e Lucho González; Matheus Anjos (Pablo), Nikão e Lucas Fernandes (Douglas Coutinho); Ribamar.

Técnico: Fabiano Soares

CORINTHIANS: Walter; Fagner, Pablo, Balbuena e Guilherme Arana; Camacho, Maycon, Rodriguinho, Clayson e Romero; Jô.

Técnico: Fábio Carille

Juiz: Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ)

Local: Arena da Baixada, em Curitiba

Horário: 21h

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.