Divulgação
Divulgação

Corinthians espera fechar com Fagner sem gastar dinheiro

Clube não pagaria pelo empréstimo de uma temporada e apenas arcaria com os salários

Vítor Marques, O Estado de S.Paulo

12 de janeiro de 2014 | 05h00

SÃO PAULO - Mesmo que a venda de Edenílson para a Udinese, da Itália, seja concretizada só no meio do ano, o Corinthians espera fechar nesta semana a contratação do lateral-direito Fagner, que estava no Vasco mas pertence ao Wolfsburg – ele tem contrato com os alemães até o 2016.

“Nossa ideia é contratá-lo por empréstimo”, afirmou o diretor adjunto de futebol Duílio Monteiro Alves. Pela proposta enviada aos alemães, o Corinthians não pagaria pelo custo do empréstimo de um ano e apenas arcaria com os salários do atleta.

Fagner foi revelado pelas categorias de base do Corinthians em 2007 e tem como empresário Carlos Leite, mesmo agente de Mano Menezes. Nesta semana, o clube também aguarda a proposta da Udinese por Edenílson. O negócio pode envolver a vinda do ex-botafoguense Maicosuel.

"Por enquanto não chegou nada oficial, mas o agente do jogador disse que chegará. E que envolve apenas dinheiro", afirmou o diretor de futebol Roberto de Andrade.

A lateral-direita é uma posição carente no elenco. Edenílson deve mesmo ir embora e Alessandro se aposentou no final da temporada passada. Fagner, se a negociação se concretizar, vem para ser titular do time.

Na esquerda, a chegada de Uendel resolve o problema de falta de reposição. Antes o elenco só contava com Fábio Santos. Nesta semana, já com a chegada de Uendel, que foi apresentado na última sexta, Mano Menezes vai esboçar o time que estreia no Paulistão, no próximo domingo, contra a Portuguesa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.