Lucas Uebel/Divulgação
Lucas Uebel/Divulgação

Corinthians está perto de acertar com o atacante Dudu

Dirigentes do Dínamo Kiev chegam ao País neste domingo e ainda tentaram incluir o jovem Malcom no negócio

FABIO HECICO, O Estado de S. Paulo

19 de dezembro de 2014 | 21h33

O Corinthians está bem perto de fechar o seu ataque para 2015 após o acerto salarial com Dudu, do Dínamo Kiev e que estava no Grêmio. O jovem até já fala como jogador do clube, mas ainda falta o acordo financeiro com os ucranianos sob como será a forma de pagamento dos R$ 10 milhões oferecidos por 60% dos direitos federativos.

Dirigentes do Dínamo Kiev chegam ao País neste domingo e ainda tentaram incluir o jovem Malcom no negócio. Mas um possível acordo dom a revelação ficaria para o meio do ano. Um possível interesse do Barcelona no garoto de 17 anos atrapalhou os planos dos ucranianos.

O Corinthians vai propor o parcelamento dos R$ 10 milhões em até oito prestações e ainda tentará ganhar um prazo para começar a pagar. Inicialmente, o Dínamo de Kiev até aceitaria parcelar o atacante, mas com entrada para janeiro e em no máximo seis vezes.

Nesta sexta-feira, o clube anunciou oficialmente a contratação de Stiven Mendoza. O colombiano será o homem aberto pela esquerda pedido por Tite. Dudu faria a função pela direita, com Guerrero (ainda negocia a sua renovação) centralizado.

Em sua apresentação, Tite adiantou que no ano sem trabalho em um clube estudou esquemas ofensivos que implantará no Corinthians. Para isso, pediu "jogadores abusados", que partam para cima dos rivais pelas beiradas. A direção trabalhou rápido e, além dos dois novos reforços, ainda garantiu a permanência de Malcom, que "quebraria um galho" até a adaptação de Mendoza ao futebol brasileiro.

Depois de ver Leandro, da Chapecoense, praticamente definir a sua ida ao Palmeiras após ter tudo acertado com o Corinthians, o clube agora evita falar em negócio fechado com Dudu com medo de nova reviravolta. "Está bem encaminhado", disse o clube, que trabalha para fechar o seu elenco antes da reapresentação no dia 5 de janeiro.

Companheiro de Gil no Cruzeiro, Dudu revelou que a opinião do amigo foi fundamental para seu acerto com o Corinthians - ele despertou interesse no São Paulo e no Flamengo, que chegou a mandar duas propostas oficiais.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansDudu

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.