José Patrício/AE
José Patrício/AE

Corinthians estreia com empate ano do centenário

Iarley marca seu primeiro gol no 1 a 1 com o Monte Azul, no primeiro jogo oficial de 2010

Tercio David, estadao.com.br

17 de janeiro de 2010 | 18h59

Começou com um empate a temporada corintiana no ano do centenário do clube. Com um gol do estreante Iarley, e boa atuação do contrariado Souza, o time do Parque São Jorge ficou no 1 a 1 com o Monte Azul, neste domingo, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, pela rodada de abertura do Campeonato Paulista.

Veja também:

especial QUIZ - Você sabe tudo sobre o Paulistão?

lista RESULTADOS / tabelaCLASSIFICAÇÃO

link Ronaldo e Roberto Carlos devem jogar juntos na quarta

Na próxima quarta-feira, o Corinthians volta a campo, para enfrentar o Bragantino, no Pacaembu, podendo ter como atrativo a estreia de Danilo e Roberto Carlos. No mesmo dia, o Monte Azul visita o Oeste, em Itápolis.

OLÁ

Primeiro jogo de uma equipe recém formada é sempre repleto de desencontros e passes errados. E com o Corinthians de 2010 não foi diferente, apesar de dominar a posse de bola durante todo o jogo, o time sofreu com a falta de entrosamento e preparo físico de alguns atletas.

Iarley, mesmo perdido em campo e errando muitas jogadas individuais no começo, mostrou que não perdeu a velha forma e estava no lugar e na hora certa para aproveitar a bobeada do goleiro Tiago Cardoso, após jogada e cruzamento de Souza pela esquerda. Apenas 15 minutos de estreia, e o atacante já fazia o seu primeiro gol, meio sem querer, depois da largada do arqueiro rival.

 MONTE AZUL1
Tiago Cardoso; Dedê, Ávalos, Mauro      e Ferrari; Rafael Fefo, Franciscatti, Luciano Sorriso e Marcelo (Rafael Ueta); Borebi e Edmilson (Ray)
Técnico: Edison Só
 CORINTHIANS1
Felipe; Alessandro, Chicão, William      e Escudero; Marcelo Mattos (Boquita), Jucilei, Tcheco (Edno) e Morais (Dentinho); Iarley e Souza    
Técnico: Mano Menezes
Gols: Iarley, aos 15, e Rafael Fefo, aos 18 minutos do primeiro tempo.

Árbitro: Salvio Spinola Fagundes Filho

Renda: R$ 908.230,00.

Público: 25.294 pagantes.

Estádio: Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)

Também sem muita organização, o Monte Azul empatou, logo em seguida, após uma falha do goleiro corintiano. Luciano Sorriso bateu escanteio, Felipe  não cortou e a bola sobrou entre Borebi e Rafael Fefo, ambos impedidos. O volante chutou em cima do atacante e a bola acabou entrando, para indignação dos corintianos.

SOUZA

Desprezado e colocado como "moeda de troca" antes do começo do campeonato, Souza foi um dos destaques do Corinthians, assim como havia sido no amistoso contra o Huracán, na semana passada. Jogando com a camisa 9, o atacante teria até marcado um gol ainda no primeiro tempo, não fosse a marcação duvidosa de um impedimento e a jogada paralisada após ele já ter o gol vazio à sua frente.

No começo do segundo tempo, Souza, aparentando estar em melhor forma física que os demais corintianos, ainda perdeu um outra grande chance de cabeça, após cruzamento de Iarley. A bola passou rente à trave de Tiago Cardoso.

Souza ainda teve uma última chance, no instantes finais, em jogada começada por ele mesmo, no cruzamento de Edno, que terminou na testada firme em cima do zagueiro, entre ele e o gol.

ESTREANTES

Dos estreantes no Corinthians, Iarley foi o destaque, não só pelo gol, mas pela disposição e pela boa dupla formada com Souza. Apesar do pouco tempo, mostram algum entrosamento.

Tcheco, segurando de mais a bola e dando pouco andamento às jogadas, teve atuação discreta e foi substituído por Edno nos 10 minutos finais.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.