Corinthians estréia com vitória no Brasileirão da Série B

CRB-AL da susto e marca no 1.º minuto, mas Herrera chama a responsabilidade e marca dois no triunfo por 3 a 2

André Rigue, estadao.com.br

10 de maio de 2008 | 17h59

Com boa atuação de Herrera, o Corinthians não decepcionou os torcedores e derrotou neste sábado a equipe do CRB-AL por 3 a 2, em sua estréia no Brasileirão da Série B. O jogo ainda marcou a reabertura do Estádio do Pacaembu após 164 dias de reforma.  Veja também: Guia de clubes do Brasileirão da Série B  Resultados e classificação da Série B  Ouça os gols do jogo pela Eldorado ESPN - AM 700 Khz Mano minimiza sufoco e diz que somar pontos é o importante O resultado foi festejado pelo técnico Mano Menezes, uma vez que deixa a equipe mais motivada para o segundo confronto contra o São Caetano pelas quartas da Copa do Brasil, nesta terça-feira, em Ribeirão Preto - o alvinegro joga pelo empate. A vitória contra o CRB-AL é o primeiro passo de um longo e difícil caminho que os corintianos terão de percorrer para retornar à elite. Até o final da Série B, serão 38 jogos e exaustivas viagens pelo Brasil. Todavia, a torcida corintiana mostrou que estará lado a lado com o time em todas as partidas da Segundona. Só neste sábado, foram 34.856 torcedores no Pacaembu, que apoiaram o time do início ao fim. COMEÇO ARREPIANTENem bem o árbitro deu o apito inicial, e o CRB chegou ao primeiro gol. Em cobrança de falta, o zagueiro Márcio se antecipou à zaga e mandou de cabeça para as redes de Felipe - ele estava impedido, mas a arbitragem validou o gol. Os torcedores corintianos, que haviam feito uma grande festa antes do jogo, se calaram. Mas o silêncio durou muito pouco. Aos 2 minutos, o argentino Herrera aproveitou bola alçada por William para empatar. Depois de um início de temporada decepcionante, Herrera finalmente parece ter ganhado confiança para vestir a camisa alvinegra. O jogador não só foi feliz em marcar, como também se destacou pela garra. A garra, aliás, foi característica do Corinthians, que teve a estréia oficial dos jogadores Douglas e Eduardo Ramos. Eles não tiveram uma grande atuação, mas podem deixa o meio-campo mais solto conforme forem adquirindo entrosamento. O segundo gol corintiano surgiu numa jogada tradicional: a bola aérea. Em cobrança de falta de Lulinha, a bola passou pela zaga do CRB e caiu nos pés de Chicão, que só teve o trabalho de colocar para dentro, aos 27 minutos. A SÉRIE B VAI SER DURA...Depois de virar o jogo, o Corinthians teve chances de ampliar no primeiro tempo. Lulinha, de novo, perdeu grandes chances. Dentinho, que prometeu fazer dois gols para a mãe, estava sem pontaria. Por desperdiçar grandes chances, o time alvinegro levou um sufoco no começo da etapa final. O técnico Roberval Davino t Corinthians3Felipe; Carlos Alberto, Chicão, William e André Santos; Fabinho, Eduardo Ramos, Lulinha (Alessandro) e Douglas (Perdigão); Dentinho e Herrera (Acosta    )Técnico: Mano MenezesCRB-AL2Jefferson    ; Plínio    , Matheus e Márcio    ; Marcos (Lairson), Serginho, Fabiano Silva, Elder     e Marcinho     (Jamba); Ricardo Boiadeiro (Juliano) e Júnior Amorim    Técnico: Roberval DavinoGols: Márcio, a 1, Herrera, aos 2, e Chicão, aos 27 minutos do primeiro tempo; Herrera, aos 25, e Elder, aos 42 minutos do segundo tempoÁrbitro: Gutemberg de Paula Fonseca (RJ)Renda: R$ 763.405,00Público: 34.856 totalEstádio: Pacaembu, em São Paulo (SP)irou Ricardo Boiadeiro, colocou o atacante Juliano e deixou o CRB mais ofensivo. O goleiro Felipe, por duas vezes, evitou o empate alagoano. Na defesa mais bela, ele utilizou as pernas para tirar a bola de Juliano. O sábado, no entanto, foi de Herrera. Aos 25 minutos, o lateral-esquerdo André Santos cobrou falta na medida para o atacante argentino marcar. Herrera fez explodir a fiel torcida. No final, o CRB-AL ainda descontou com Elder. Ele aproveitou cruzamento e mandou de cabeça para o fundo das redes - um alerta para Mano Menezes, que precisa melhorar o posicionamento da defesa. Em toda a história, este foi o sétimo jogo entre Corinthians e CRB. Agora, são seis vitórias alvinegra e um empate. O próximo desafio do Corinthians na Série B será no sábado, contra o Gama, na Boca do Jacaré, em Brasília.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansCRBBrasileirão Série B

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.