Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Corinthians estreia na Florida Cup de olho em valorização no exterior

Equipe disputa o torneio pela quarta vez seguida, mas, por outro lado, pesa os benefícios técnicos de se preparar nos EUA

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

10 Janeiro 2018 | 07h00

Pelo quarto ano consecutivo, o Corinthians participará da Florida Cup como uma forma diferenciada de fazer a pré-temporada. Além da possibilidade de realizar confrontos que normalmente não faria, como a partida contra o PSV, nesta quarta-feira, às 22h (de Brasília), o torneio é uma forma de valorizar a marca do clube no exterior.

+ Corinthians confirma acerto verbal com o zagueiro Henrique, do Fluminense

Segundo dados divulgados pela organização da competição, o torneio gera mais de R$ 830 milhões em exposição de mídia para as marcas. Dados divulgados pelo Ibope Repucom mostram que a edição do ano passado entregou 64 mil aparições para mais de 120 marcas exibidas durante as transmissões televisivas.

Este ano, mais de 140 países irão exibir o torneio, totalizando mais de 50 milhões de telespectadores. Além disso, existe a valorização da marca fora do Brasil, que faz com que o clube acabe sendo reconhecido também em outros continentes e ampliando seus mercados.

Outra característica do torneio é a realização de uma Fan Fest em dias de jogos, com atrações musicais, semelhante às ocorridas durante a Copa do Mundo. Entre outros artistas, vão se apresentar a dupla brasileira Fernando e Sorocaba e o grupo de country americano Chris Weaver Band.

Parte da renda obtida no torneio será destinada para ajudar porto-riquenhos que foram levados para a Flórida Central depois da passagem do furacão Maria, que devastou a ilha em setembro do ano passado.

Apesar de tudo isso, pesando os prós e contras, o Corinthians não tem presença assegurada no torneio para 2019. Financeiramente, o clube afirma ter um retorno pequeno, já que não há premiação para o campeão. Por outro lado, os clubes participantes não precisam pagar nada pela presença.

+ Juninho Capixaba assina com o Corinthians e diz chegar ao 'maior do Brasil'

O que será avaliado pela nova diretoria – a eleição para presidente será dia 3 de fevereiro –, em conjunto com a comissão técnica, é a questão técnica. A pré-temporada é prejudicada pelo desgaste da viagem e excesso de compromissos nos EUA.

Enquanto os clubes que ficam no Brasil treinam, normalmente em dois períodos, o Corinthians fez apenas rápidos treinos nos EUA e os atletas já tiveram de participar de eventos. A delegação corintiana volta ao Brasil no domingo.

Em 2015, quando a Florida Cup foi criada, Corinthians e Fluminense assinaram um contrato com os organizadores da competição para participar das quatro primeiras edições.

Nesta quarta, o time de Fábio Carille entrará em campo para enfrentar o PSV, no estádio do Orlando City, com transmissão da TV Bandeirantes e do SporTV. A partida marca a estreia de Juninho Capixaba como titular na lateral-esquerda.

Preocupado com a falta de ritmo dos jogadores, o treinador avisou que vai alterar a formação inteira no intervalo. De acordo com o treino dado por Carille na terça, o time do primeiro tempo terá Cássio, Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Juninho Capixaba; Gabriel; Romero, Jadson, Rodriguinho e Clayson; Kazim.

No segundo tempo, a formação terá Caíque França, Léo Príncipe, Léo Santos, Warian e Guilherme Romão; Camacho; Marquinhos Gabriel, Fellipe Bastos, Giovani Augusto e Júnior Dutra; Danilo.

Dez jogadores que foram para os Estados Unidos ficaram fora da divisão e podem ser preservados da partida ou entrar no decorrer do segundo tempo. Casos do goleiro Filipe, do lateral-esquerdo Moisés, dos volantes Maycon, Jean, Renê Júnior e Mantuan; dos meias Rodrigo Figueiredo e Pedrinho e dos atacantes Lucca e Carlinhos.

 

Mais conteúdo sobre:
Corinthians Florida Cup

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.