Corinthians evita euforia da torcida na chegada em São Paulo

Torcedores tomaram o Aeroporto de Guarulhos, mas a delegação preferiu sair pelos fundos e sem dar entrevistas

CIRO CAMPOS, estadão.com.br

28 de junho de 2012 | 20h26

SÃO PAULO - A delegação do Corinthians driblou a torcida no desembarque em São Paulo, no início da noite desta quinta-feira, após arrancar um precioso empate com o Boca Juniors, por 1 a 1, na quarta, no primeiro duelo da grande final da Copa Libertadores. No saguão centenas de torcedores aguardavam o time, que preferiu sair pelos fundos, sem contato pessoal e nem entrevistas.

Empolgada, por conta do bom resultado, a torcida teve que se contentar com um rápido contato visual com os jogadores no aeroporto de Guarulhos, onde estavam centenas de corintianos. Logo após desembarcar, por volta das 19h40, a delegação entrou em um ônibus ainda na pista e deixou o aeroporto pelos fundos. Para minimizar a ansiedade dos torcedores ansiosos, o time desceu rapidamente do ônibus apenas para acenar.

Mesmo decepcionada, a torcida não reclamou do desembarque discreto do time e nem do atraso de uma hora da chegada corintiana.  "Cheguei ao aeroporto umas quatro horas  da tarde, tive que deixar meu trabalho. Só que faltou aos jogadores entenderem que Corinthians é time do povo", lamentou o eletricista Renan Bonhasck, de 18 anos. "Mesmo assim valeu a pena. Conseguimos ver os jogadores", afirmou outor torcedor, o estudante Eduardo Barros, 18.   Os torcedores carregavam bandeiras, faixas e cartazes. Herói do primeiro jogo, Romarinho foi o mais lembrado pela torcida. Responsável pelo gol de empate, o atacante foi eleito o novo ídolo corintiano. "É Libertadores, então vale a pena vir aqui ao aeroporto, mesmo sem ver os jogadores", comentou a esteticista Camila Lourenço, de 23 anos.

Sem atender jornalistas e torcida, o grupo corintiano seguiu direto para o CT Joaquim Grava, onde os jogadores foram dispensados. O clube ainda não divulgou qual será a programação do time até o segundo jogo da decisão, na próxima quarta. O time teve seu jogo do fim de semana, pelo Brasileirão, adiado para o dia 11 de julho.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansdesembarque

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.