Corinthians exalta final inédita e evita projetar rival

O Corinthians conquistou um resultado histórico nesta quarta-feira ao chegar a sua primeira final da Copa Libertadores. Ao fim do empate com o Santos, por 1 a 1, os jogadores corintianos não deixaram de comemorar o feito que deixarão seus nomes registrados na história do clube.

AE, Agência Estado

21 de junho de 2012 | 00h37

"Acho que a gente pode falar que colocou o nome de cada um na história do Corinthians. Chegamos pela primeira vez na final, mas a gente quer mais", avisou o zagueiro, que já pensa na decisão. "Quem vier pela frente, vamos jogar para conseguir essa vitória. Não podemos escolher".

O goleiro Cássio e o meia Danilo, autor do gol que garantiu a classificação, fizeram coro com Castán. "Temos que marcar o nosso nome [na história]. Quanto ao adversário, a gente não tem que escolher", disse Danilo. "A gente não pode escolher o adversário. Quem vier, temos que tentar vencer", reforçou Cássio.

O meia Alex, por sua vez, destacou a evolução do time nesta Libertadores. "Este é o momento que todo mundo esperava. Vivemos tudo até chegar aqui com esta expectativa. A gente está cada vez mais pronto para uma decisão como essa. Fomos superando as etapas, enfrentando adversários cada vez mais difíceis. Esse filme tem cara de Libertadores".

Já Paulinho preferiu exaltar o grupo corintiano, deixando no ar uma alfinetada ao rival santista, que apostou suas fichas no talento de Neymar. "Não temos um craque. Temos um grupo forte".

O volante, porém, admitiu a necessidade de corrigir os erros do time antes da decisão. "Tem que ser diferente. No primeiro tempo, esperamos muito a equipe do Santos. Para a final, sabemos que temos que corrigir algumas coisas", afirmou, sem deixar de mostrar otimismo. "É importante decidir em casa, diante do torcedor. Mas vamos tentar fazer um bom resultado fora de casa".

O adversário do Corinthians na decisão sairá nesta quinta-feira. Boca Juniors e Universidad de Chile farão o segundo jogo do confronto, em Santiago. O tradicional time argentino entrará em campo em vantagem por ter vencido a partida de ida por 2 a 0, em Buenos Aires.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa LibertadoresCorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.