Corinthians exigirá R$ 12 milhões para liberar Felipe

Porém, segundo empresário, goleiro poderá se transferir para qualquer time por R$ 6 milhões

14 de dezembro de 2007 | 13h19

A possível saída do goleiro Felipe do Corinthians para o Fluminense, que fez uma proposta para a contratação do jogador nesta semana, só será possível se o time carioca fizer o pagamento integral da multa de R$ 12 milhões, prevista no contrato do jogador com o time alvinegro e que vale até 2011. Esta será a postura da direção do time alvinegro em relação ao negócio, para evitar a perda do ídolo da torcida, ao contrário do que tem afirmado os representantes dele.  Veja também: Sport estaria interessado em quatro jogadores do Corinthians Segundo o empresário Marcelo Goldfarb, Felipe poderá se transferir para qualquer time se algum time fizer o depósito de R$ 6 milhões, que corresponde a 50% da multa, o total a que o Corinthians teria direito. As outras partes são do Bragantino (25%) e de seus agentes. É com base neste valor que o Fluminense espera contratá-lo, pois Goldfarb diz que tanto ele quanto o time do interior paulista estariam dispostos a abrir mão de parte de suas partes. "A proposta do Fluminense é boa e interessa ao Felipe. Estamos dispostos a chegar a um acordo e garanto que fizemos o possível para que não chegássemos a este ponto, pois conversamos com as últimas diretorias do Corinthians e nada mudou", reclama Goldfarb, em entrevista à rádio Jovem Pan. De acordo com um membro do Cori (Conselho de Orientação do time alvinegro), não importa como é a divisão do total. O que tem de ser feito é o depósito do valor integral, sendo que aí o clube fará a divisão do valor. Sem isso, o Corinthians não assinará a liberação do jogador, pois os dirigentes tem o interesse em mantê-lo no time. O aumento salarial que exige Felipe está emperrado pelo valor. Cogita-se que a oferta do Fluminense é de R$ 120 mil mensais, sendo que o goleiro recebe R$ 30 mil mensais no Corinthians, tendo recebido um bônus neste segundo semestre de R$ 20 mil, o que lhe garantiu R$ 50 mil. Este bônus acaba este mês. O aumento oferecido pelo time alvinegro no momento é de R$ 80 mil. Não há prazo para a solução do problema.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansFelipe

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.