Corinthians exorciza fantasma em SC

100, 101, 102 gols na temporada. E lá vai o Corinthians, novamente, subindo a ladeira no Campeonato Brasileiro. Mostrando força ofensiva, a equipe foi até Florianópolis e exorcizou o fantasma Figueirense ? que o eliminou na Copa do Brasil ?, vencendo por 3 a 2. Com o resultado, a equipe chega à vice-liderança com 46 pontos, um a menos que o líder Internacional. O time paulista já vinha de triunfo sobre o Atlético-PR, por 2 a 0 e agora sonha, na quinta-feira, diante do Atlético-MG, no Pacaembu, reassumir a liderança da competição. Num campo encharcado onde a prática do futebol era quase impossível, por causa das fortes chuvas que castigaram o estado durante a semana, uma cobrança de falta do jovem Eduardo, de 18 anos, definiu o importante e duro triunfo.Alegria do jovem lateral-direito, tristeza de Carlitos Tevez. O argentino somou seu 7º jogo sem marcar gols pelo Corinthians e, pior, recebeu o terceiro cartão amarelo em lance bobo, no qual ficou à frente da bola numa cobrança de falta e vai desfalcar contra o Atlético Mineiro, quinta-feira.Carlos Alberto, cotado para começar a partida deste domingo, deve ganhar nova chance de Márcio Bittencourt, que estava aliviado após o jogo. O resultado serviu de alívio ao técnico, que ainda corria risco de demissão.O Corinthians poupou seus titulares diante do River Plate (0 a 0), quarta-feira, pela Copa Sul-Americana. Márcio não queria correr riscos, pois não admitia desperdiçar pontos para o Figueirense, lanterna do Brasileiro e contrariou ordens do presidente Alberto Dualib. A prova de que estava certo ao escalar reservas veio com os autores dos gols: Nilmar, Gustavo Nery e Eduardo, três titulares.O jogo começou com a impressão de que o Corinthians não encontraria resistência do rival. O equipe lançou-se ao ataque com boas jogadas individuais de Nilmar e Roger.E não demorou a somar seu 100º gol na temporada. Após cobrança de escanteio, a cabeçada de Marcelo Mattos bateu na trave e sobrou para Nilmar, mais rápido que os defensores, marcar 1 a 0. Tevez até fez o segundo, mas, erroneamente, foi anotado impedimento.Daí para frente, estranhamente, o Corinthians acanhou-se. Deu espaços e, em três minutos, sofreu a virada, com Bilu aos 30 e Adriano aos 33.?Está impossível jogar neste campo. Temos de ficar atento nas bolas paradas, pois elas vão decidir?, previa Roger, no intervalo. Estava certo.O Coprinthians empatou aos 10, com Gustavo Nery aproveitando-se de uma bola rebatida pelo goleiro. Aos 24, numa cobrança de falta perfeita, Eduardo definiu o placar em favor do Corinthians. O Figueirense teve Cléber e Carlos Alberto expulsos e não encontrou forças para empatar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.