Divulgação
Divulgação

Corinthians fará a pré-temporada de 2016 nos Estados Unidos

Alvinegro disputará a Florida Cup mais uma vez

Raphael Ramos, O Estado de S.Paulo

06 Agosto 2015 | 07h00

Assim com fez este ano, em 2016 o Corinthians vai realizar a sua pré-temporada nos Estados Unidos. O anúncio oficial será feito nesta quinta-feira. O time disputará pela segunda vez a Florida Cup ao lado do Fluminense e dois clubes da Alemanha: Bayer Leverkusen e Schalke 04. Também deverão participar do torneio equipes da China, México e Estados Unidos para atrair mais torcedores locais. Em relação a este ano, o número de times deve dobrar de quatro para oito.

O Corinthians vai repetir em 2016 a estratégia deste ano. Após as férias, os jogadores se reapresentarão em janeiro (provavelmente no dia 4) no CT do Parque Ecológico para uma bateria de exames médicos e, na sequência, embarcam para os Estados Unidos. A Florida Cup será disputa entre os dias 9 e 21. A ideia da diretoria é que no próximo ano o clube fique duas semanas na Flórida - este ano foram dez dias. Além de duas partidas pelo torneio, está prevista a realização de um amistoso.

Tanto a comissão técnica como o departamento de marketing do Corinthians avaliaram como positiva a pré-temporada fora do País e, por isso, o clube decidiu voltar aos Estados Unidos em 2016. Um contrato com os organizadores da Florida Cup garante ao Alvinegro prioridade de participação na competição até 2019.

Para Tite, no período em que o time passou pelas cidades de Fort Lauderdale, Orlando e Jacksonville os jogadores evoluíram fisicamente e tecnicamente. O treinador também destacou a oportunidade de enfrentar rivais de peso para se preparar para o restante da temporada e o fato de a estadia fora do país ser importante para ampliar o convívio entre os atletas.

Já a diretoria ressalta que a imagem do clube se valorizou internacionalmente. O torneio foi transmitido para 125 países, de cinco continentes, e a expectativa é que a audiência seja ampliada no próximo ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.