Corinthians fará proposta por Paulinho em janeiro, diz jornal

Corinthians fará proposta por Paulinho em janeiro, diz jornal

Ídolo no Parque São Jorge, jogador é preterido no Tottenham, que estaria disposto a liberá-lo para voltar ao Brasil por empréstimo

O Estado de S. Paulo

22 de outubro de 2014 | 14h18

Segundo o jornal London Evening Standard, da Inglaterra, o Corinthians estaria preparando uma proposta para repatriar Paulinho, ídolo do clube e que atualmente defende o Tottenham no Campeonato Inglês. O negócio seria encaminhado na janela de janeiro. Paulinho chegou ao time inglês em junho de 2013, mas não correspondeu às expectativas e amarga a reserva na equipe londrina.

A publicação afirma ainda que, pelo alto montante desembolsado pelo Tottenham no ano passado, uma transferência em definitivo estaria descartada nesse momento. Os Spurs, como o time é conhecido na Inglaterra, desembolsaram cerca de R$ 39 milhões - preço fora dos padrões brasileiros - para ter Paulinho e não estariam interessados em vendê-lo por um valor menor.

Por isso, o Corinthians entraria como interessado em uma transação por empréstimo apenas. O volante é pouco utilizado pelo técnico Mauricio Pochettino e soma apenas 29 minutos em campo pela temporada do Campeonato Inglês. Sábado, quando o Tottenham foi goleado pelo Manchester City por 4 a 1, Paulinho não esteve sequer na lista dos relacionados. Vale lembrar que o clube londrino contratou recentemente outros meio-campistas que já estão à frente do ex-corintiano nas opções do treinador, como Eriksen e Capoue.

Na última janela, o Chelsea apareceu como possível destino do brasileiro. Porém, os Blues recuaram justamente pela falta de tempo do volante em campo. No Corinthians, Paulinho ainda é ídolo da torcida e teria as condições necessárias para voltar a mostrar o futebol que o levou para a Copa de 2014 como titular da seleção brasileira, além de recuperar o valor de mercado que interessa ao Tottenham.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansTottenhamPaulinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.