Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Corinthians faz as contas pela vaga no Paulistão. Veja as possibilidades

Equipe luta pela segunda colocação da chave para chegar às quartas de final

Diego Salgado, O Estado de S. Paulo

14 de março de 2014 | 07h00

SÃO PAULO - A duas rodadas do término da primeira fase do Paulistão, Corinthians, Ituano, Audax e XV de Piracicaba mantêm uma intensa briga pela última vaga do Grupo B nas quartas de final da competição. O Botafogo, com 28 pontos, já está garantido na primeira colocação.

Apenas o time de Itu depende de si mesmo. Corinthians e Audax precisam vencer as duas últimas partidas e ainda torcer por um tropeço do rival. O XV tem de conquistar seis pontos e torcer contra os outros três times que brigam pela vaga. Com 22 pontos, o Ituano se classificará vencendo o São Paulo no próximo domingo, no Morumbi, e o Penapolense, uma semana depois, no Novelli Júnior.

 

Se empatar um desses jogos, poderá ser ultrapassado pelo Corinthians, que soma 20 pontos. Para isso, porém, o time corintiano terá de vencer o Penapolense fora de casa e o Atlético Sorocaba no Pacaembu. Nesse cenário, os dois times somariam 26 pontos, mas o Corinthians ficaria com uma vitória a mais (8 a 7).

 

A tarefa do Audax é mais complicada. A equipe de Osasco tem os mesmos 20 pontos do Corinthians e vai a Ribeirão Preto enfrentar o Comercial. Depois, recebe o Linense. Além de vencer os dois confrontos, torce para o Corinthians empatar um dos seus jogos e o Ituano ser derrotado pelo menos uma vez.

 

Com chances mínimas, o XV de Piracicaba, 17 pontos, tem pela frente o Atlético Sorocaba em casa e o Comercial em Ribeirão Preto. Além de vencer as duas partidas, torce para que o Ituano conquiste apenas um ponto e para que o Corinthians não vença mais no Paulistão. Por fim, o Audax só poderia conquistar três pontos nos seus dois jogos.

 

CAMPANHAS

O Ituano, que terá a difícil missão de bater o São Paulo no Morumbi, tem uma das melhores campanhas fora de casa, com 61,9% de aproveitamento (quatro vitórias, um empate e duas derrotas). Em Itu, conquistou metade dos pontos disputados.

 

O Corinthians também conquista mais pontos fora de casa: 55,5% de aproveitamento, contra apenas 47,6% no Pacaembu (três vitórias, um empate e três derrotas). Já o Audax só venceu uma vez longe de Osasco. Em casa, entretanto, ainda não perdeu - foram quatro vitórias e dois empates. O XV de Piracicaba conquistou menos de 28% dos pontos fora. Em casa, venceu quatro jogos e perdeu outros três.

 

CONFIRA A SITUAÇÃO DOS TIMES DO GRUPO B

CORINTHIANS

Precisa vencer o Penapolense (fora) e o Atlético Sorocaba (casa). Além disso, torce para que o Ituano empate um dos seus dois jogos.

 

ITUANO

Vai às quartas se bater o São Paulo (fora) e o Penapolense (casa).

 

BOTAFOGO

Com 28 pontos e nove vitórias, já está garantido nas quartas de final, como líder do Grupo B.

 

AUDAX

Precisa bater o Comercial fora de casa e o Linense em Osasco. Torce também para o Corinthians empatar um dos seus dois jogos e o Ituano perder para São Paulo ou Penapolense.

 

XV DE PIRACICABA

Com 17 pontos, precisa derrotar o Atlético Sorocaba em casa e o Comercial em Ribeirão Preto. Torce para o Corinthians somar apenas dois pontos nos últimos dois jogos. Além disso, o Ituano só pode conquistar um ponto. O Audax, vencendo um jogo, empataria em pontos (23), mas perderia no número de vitórias (7 a 6).

 

HISTÓRIA

Em 2008, o Corinthians ficou fora das finais ao terminar a primeira fase na quinta colocação. Na ocasião, Guaratinguetá, Palmeiras, São Paulo e Ponte Preta chegaram às semifinais. Após conquistar o estadual de forma invicta no ano seguinte, o time corintiano voltou a fracassar em 2010 - treinada por Mano Menezes, a equipe terminou novamente no quinto lugar.

 

Já o Ituano tenta repetir a ótima campanha de 2002, quando conquistou o Paulistão, disputado apenas por equipes do interior. No tira-teima contra o São Paulo, o time, contudo, acabou derrotado. O Botafogo, por sua vez, chegou à final da edição de 2001. Após bater a Ponte Preta na semifinal, a equipe treinado por Lori Sandri perdeu para o Corinthians na decisão do campeonato.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.