Rodrigo Gazzanel/ Ag. Corinthians
Rodrigo Gazzanel/ Ag. Corinthians

Corinthians faz mistério na escalação e conta com volta de Urso entre relacionados

Time alvinegro enfrenta o Santos neste sábado, às 17, na arena em Itaquera

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de outubro de 2019 | 14h52

Depois de fechar o treino e esconder a escalação, o técnico Fábio Carille divulgou nesta sexta-feira a lista de relacionados do Corinthians para o clássico de sábado com o Santos, na arena em Itaquera, pela 28º do Campeonato Brasileiro. A novidade é a volta de Junior Urso, recuperado de lesão muscular.

O jogador não atua há cinco jogos, coincidentemente o período que o time alvinegro não consegue vencer. Urso pode aparecer na equipe titular, pois Sornoza fez dois jogos ruins na função de segundo volante. Outra dúvida na equipe está no posição de centroavante. Gustagol e Vagner Love disputam a vaga. 

O zagueiro Bruno Méndez e o lateral-direito Fagner estão fora da partida por terem levado o terceiro cartão amarelo. Manoel e Michel Macedo entram, respectivamente. Carille também terá de cumprir suspensão por ter sido expulso na derrota por 2 a 1 para o Cruzeiro. Na área técnica estarão os auxiliares Leandro Cuca e Fabinho Félix. 

O Corinthians se prepara para enfrentar o Santos pela sexta vez na temporada. Foram dois empates, duas vitórias do Santos e uma do Corinthians. Apesar da desvantagem nos duelos, o time do Parque São Jorge garantiu a vaga no mata-mata sobre o rival na semifinal do Paulistão. Na sequência a equipe de Carille levantaria o troféu ao bater o São Paulo. Desses seis confrontos, três foram na arena em Itaquera, com uma vitória e dois empates.

Confira a lista de relacionados do Corinthians:

Goleiros: Cássio e Walter

Laterais: Carlos, Danilo Avelar e Michel

Zagueiros: Gil, Manoel e Marllon

Volantes: Gabriel, Junior Urso, Ramiro, Ralf e Renê Junior

Meias: Jadson, Mateus Vital, Pedrinho, Régis e Sornoza

Atacantes: Boselli, Clayson, Gustavo, Janderson e Vagner Love 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.